WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Pneus com pressão incorreta geram riscos à segurança CORREDOR COLETIVO (um pacto com o sucesso?) Na Operação Tiradentes, PRF flagra aumento de 500% no uso de álcool Você-fiscal: aplicativo permite “dedurar” infração de trânsito com foto e vídeo


ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista


gideao

Você-fiscal: aplicativo permite “dedurar” infração de trânsito com foto e vídeo

Aplicativo permite denunciar infração cometida por outros condutores.

Foto: Albari Rosa | Gazeta do Povo

Foto: Albari Rosa | Gazeta do Povo

O aplicativo Capester, que permite a qualquer cidadão enviar “dedurar” infrações de trânsito aos órgãos fiscalizadores, é uma das apostas tecnológicas da prefeitura de Porto Alegre para tentar disciplinar os condutores. O app foi fundado pelo empreendedor israelense Ohad Maislish, e já opera em 11 cidades, em países como Israel, Colômbia e Polônia. Além da capital gaúcha, a empresa quer expandir suas atuações no Brasil e operar em São Paulo e no Rio de Janeiro, em breve.

Funciona assim: qualquer pessoa que tenha o aplicativo instalado pode subir vídeos ou fotos no sistema. Não há necessidade de registro e o envio é anônimo, para evitar temores de possíveis retaliações. O próprio app identifica se há, realmente, descumprimento de alguma norma de trânsito e se certifica de que o condutor e o automóvel estão registrados na cidade. O conteúdo então é encaminhado para a fiscalização da prefeitura.

“Primeiro, os vídeos passam por uma ferramenta de inteligência artificial que filtra tudo. Trabalhamos apenas com o material comprovadamente de denúncia”, explica o assessor técnico da Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) Augusto Langer, responsável pela implementação do Capester na cidade.

Se confirmada a infração, uma notificação é enviada ao motorista – mas sem multa, apenas em caráter educativo.

Funcionou com o corretor de imóveis Paulo Roberto Prange, que estacionou em local indevido. Ele foi flagrado, recebeu carta em casa e garante que não repetirá a conduta. “Se fosse uma multa, eu pagaria e esqueceria. Mas essa forma me tocou.” Em um mês, a EPTC recebeu em Porto Alegre quase 500 denúncias e enviou 86 cartas de notificação a motoristas infratores flagrados. As informações são da Gazeta do Povo.

Na Operação Tiradentes, PRF flagra aumento de 500% no uso de álcool

Conduzir alcoolizado é uma das condutas que mais comprometem a segurança viária, destaca o órgão.

Imagem: Divulgação - PRF

Imagem: Divulgação – PRF

A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta segunda-feira (25), o balanço da Operação Tiradentes realizada de quinta a domingo passado em todo o país.

Segundo a PRF houve aumento no uso do álcool, uma das condutas que mais comprometem a segurança viária, neste ano foram 3.607 testes e 75 resultados positivos, cinco vezes mais condutores conduzindo alcoolizados que no mesmo período de 2016, um aumento de 525%.

Já com relação às ultrapassagens em locais proibidos, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias, o crescimento foi de 18,82%. Os radares flagraram 1.935 veículos transitando em excesso de velocidade, aumento de 7,98%. No período, 7 pessoas foram feridas gravemente, comparando-se com o feriado de Tiradentes de 2016 houve uma redução de 58,8 %. Três pessoas morreram este ano, o que representou uma redução de 40% no número de mortos.

Outra ação preventiva com impacto diretamente relacionado com a redução de acidentes, em geral graves, é o recolhimento de animais soltos ou abandonados às margens das rodovias federais. Somente no período desta operação, a PRF recolheu 118 animais nas rodovias federais da Bahia. Fonte: Nucom/ PRE BA.

CORREDOR COLETIVO (um pacto com o sucesso?)

Por ACésarVeiga*

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Sou otimista, e tenho o costume de pensar a “longo prazo”. 
(é que nasci impregnado de futuro) 

Qualquer ato que tenha como objetivo a “coletividade” não deveria jamais conhecer o prematuro repúdio do cidadão.
(uma lástima a sociedade ainda mostrar-se em descompasso neste quesito)

Sabemos que o bem social coletivo será em qualquer momento,
superior a manifestação da fácil crítica, e posto isto, deve inserir-se onde à razão reside. 
(pretexto pelo qual sou preventivo quanto aos denominados “racionais julgamentos”)

A opinião pública inicialmente repudiou o procedimento que debutou como o primeiro corredor coletivo em novembro de 2013 na cidade de Porto Alegre/RS – o da Avenida Cavalhada.
Após, alcançou continuidade no final de 2016 onde foram disponibilizados mais dois outros corredores – o da Avenida Assis Brasil e da Icaraí-Chuí.
 
O horário de funcionamento dos corredores, pelo menos até este momento, não é de tempo integral.
(funcionam durante a manhã das 06 horas às 09 horas, e igualmente à tarde e à noite, entre 16 horas e 20 horas) 
 
OBS 01: o objetivo pretende beneficiar mais de 113 mil passageiros do transporte coletivo da capital gaúcha. 

Um detalhe: 
– Nestes horários a pista não é exclusiva aos ônibus.
(lotações e bicicletas também podem utilizá-lo mostrando o quanto é difícil – mas não impossível -, o convívio viário)
 
Carros, táxis e outros veículos motorizados devem trafegar fora dos corredores de ônibus, rodando somente nas faixas do centro e à esquerda.
Podem acessar o corredor prioritário sempre que forem realizar uma conversão à direita, bem como se o destino for acessar algum estabelecimento comercial ou particular, localizado próximo à nova faixa prioritária.
(carros e táxis não podem, em hipótese alguma, permanecerem parados ou estacionados no corredor)

:: LEIA MAIS »

PRF realiza operação durante feriado de Tiradentes

Ação visa diminuir acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante e às ultrapassagens indevidas.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia iniciou à 0h de hoje (20) e finalizará às 23h59 de domingo (23) a Operação Tiradentes devido ao feriado desta sexta-feira (21).

Segundo a PRF, serão realizadas atividades para diminuir a incidência de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante e às ultrapassagens indevidas. A fiscalização a motocicletas, o uso do cinto de segurança e o transporte seguro de crianças também será intensificada.

A PRF alerta que a partir das 13h de quinta-feira, em alguns pontos espera-se o aumento do fluxo, tendência que deverá se manter até a noite, quando ocorrerá a maior concentração de veículos nas rodovias.

Os condutores envolvidos em acidentes sem vítimas nas rodovias federais podem registrar a ocorrência pela internet. A declaração eletrônica, que substitui o boletim elaborado pessoalmente é um serviço gratuito, reconhecido pelas seguradoras de veículos e por demais órgãos de trânsito.

Dicas para uma viagem segura

  1. Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e à noite;

  2. Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;

  3. Planeje a viagem, lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;

  4. Mantenha a atenção na rodovia;

  5. Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;

  6. Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;

  7. Aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.

Fonte: Nucon PRF BA.

Se for viajar neste neste feriado, lembre-se: “Minha escolha faz a diferença”

Viagens noturnas requerem do condutor do veículo atenção quanto a visibilidade e que esteja descansado.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Mais um feriado prolongado. Se deixou para viajar desta vez, não se esqueça que sua escolha faz a diferença, No trânsito, você pode escolher, ou não, usar o celular enquanto dirige, beber antes de pegar ao volante, não usar cinto de segurança, exceder o limite de velocidade estabelecido, o semáforo e demais sinalizações e, entre outros, a faixa de pedestres.

É importante saber, contudo, que, ao fazer a escolha errada você está sujeito a acidentes graves de trânsito, a perder a vida, a contrair invalidez permanente, a ferir-se gravemente. Mais que isso, você poderá tirar vidas, ferir gravemente ou causar invalidez nas pessoas que transporta em seu veículo ou nas outras com as quais compartilha as vias e as rodovias.

Se for viajar, é importante que o veículo esteja em perfeitas condições mecânicas, abastecido, com freios e faróis em dia, além de pneus e estepe calibrados e os equipamentos como macaco, chave de roda e triângulo de sinalização em boas condições.

No caso de a viagem ser à noite, para fugir dos costumeiros congestionamentos, saiba que este horário apresenta algumas desvantagens, como a baixa visibilidade, que é um fator de risco para acidentes, e menor segurança.  Lembre-se, ainda, que a visão periférica é reduzida durante a noite, assim como a capacidade de avaliar distâncias.

Viagens noturnas requerem ainda que o condutor do veículo esteja descansad0. Portanto, procure dormir bem antes de iniciar a viagem. . É aconselhável também conhecer bem o roteiro para ter ciência dos trechos que podem oferecer riscos e os que são seguros.

Se a viagem for longa, planeje as paradas que terá de fazer para descanso.. Nunca pare no acostamento. Não é seguro, e você ainda corre o risco de provocar um acidente. Em grande parte das rodovias brasileiras existem postos de combustíveis em distâncias regulares nos quais é possível estacionar o veículo, comer, tomar um café e descansar.  Há, ainda, os refúgios especialmente criados para paradas momentâneas, são mais seguros e pensados para este fim. Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Transporte individual motorizado é o tema do “Nós do Trânsito” da semana

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Somos um país que prioriza o uso do transporte individual motorizado, em detrimento do transporte coletivo e pagamos bem caro por isso.

Este que é um dos maiores nós do nosso complicado trânsito foi o tema do papo do Doutor em História Rodrigo Santos e do Especialista em Trânsito Celso Alves Mariano nesta 41ª edição do NÓS DO TRÂNSITO.

Toda segunda-feira, no Youtube, uma nova edição do programa Nós do Trânsito trará assuntos atuais e temas polêmicos com um tom extrovertido, transformando assuntos, às vezes muito complexos, em uma conversa agradável, de fácil entendimento e altamente educativa. Assista:

Fonte: Portal do Trânsito.

Operação Semana Santa da PRF registrou aumento de infrações nas rodovias

Ultrapassagens em locais proibidos cresceram 72,49%, diz balanço.

Foto: Divulgação | PRE

Imagem Ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou durante a Operação Semana Santa 2017 um aumento acentuado nas condutas que mais comprometem a segurança viária, como o uso de álcool ao volante, as ultrapassagens proibidas e o excesso de velocidade. Em 2016, no período, foram submetidos 3.161 motoristas ao teste de etilômetro e 77 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito do álcool. Neste ano foram 4.749 testes e 92 resultados positivos, um aumento de 19,48%.

Já com relação às ultrapassagens em locais proibidos, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias segundo a PRF, o crescimento foi de 72,49%, ou seja, o número de motoristas flagrados com esse comportamento quase dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior. Os radares dispostos ao longo das rodovias flagraram 3.100 veículos transitando em excesso de velocidade, aumento de 30,3%.

Ocorrências

Fatores como a imprudência, a inabilidade, a falta de cuidado e o desrespeito às Leis de Trânsito foram determinantes para a ocorrência de 67 acidentes, 17 foram considerados graves, aqueles em que há pelo menos um ferido grave ou uma pessoa morta. No período, 9 pessoas morreram.

Infrações de trânsito

Apesar de todo o trabalho educativo, a PRF ainda flagrou e autuou diversos condutores irresponsáveis ou agindo com imprudência. Do total de 10.487 veículos fiscalizados, 11.472 pessoas foram abordadas, 3.100 imagens de radar capturadas por veículos em excesso de velocidade. Destacam-se ainda 1.154 por ultrapassagens proibidas, 280 por não usar cinto de segurança, 44 por transportar criança em veículo automotor sem observância das normas de segurança e 53 por conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor sem usar capacete de segurança.

Alcoolemia

Alguns condutores ainda abusaram da bebida. Este ano, durante a Operação Semana Santa, dos 4.749 testes com etilômetro, 92 condutores foram notificados por dirigirem alcoolizados, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Dos flagrados, nove condutores foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária por crime de embriaguez no trânsito. Fonte: Nucom/ PRF BA.

Pneus com pressão incorreta geram riscos à segurança

É fundamental sempre transitar com a calibragem recomendada pelo fabricante.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A pressão incorreta dos pneus – acima ou abaixo do recomendado, pode causar sérios riscos à segurança além de prejuízos financeiros.

Transitar com a calibragem menor resulta em maior consumo de combustível, excesso de calor gerado, desgaste acelerado no pneu e mais esforço do motor. Já a pressão em excesso causa desgaste acentuado no centro da rodagem, rachaduras na base dos sulcos, perda de estabilidade em curvas e maior riscos de estouros dos pneus.

Em dias de chuva, o perigo aumenta. A alteração na profundidade dos sulcos compromete o escoamento da água, aumentando assim o risco de aquaplanagem e da perda da direção. Por isso, também é importante verificar regularmente o indicador TWI do pneu, a fim de saber se a banda de rodagem já atingiu seu limite de desgaste.

Recomenda-se que o estepe esteja calibrado com até cinco libras a mais do que o normal. Afinal, o pneu reserva nem sempre é calibrado na mesma frequência dos demais. Assim, é fundamental sempre circular com a pressão apontada pelo fabricante. A calibragem deve ser efetuada preferencialmente de forma quinzenal e sempre antes de longas viagens. As informações são do GF Pneus.

Artigo 29, inciso VII da Lei Federal n. 9.503/97: prioridade absoluta ou relativa?

Por Daniel Menezes*

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Antes de adentrarmos mais profundamente no que concerne a discussão principal faz-se relevante um breve introito para melhor compreensão do tema em tela.

Então, vejamos:

1. Do Direito Fundamental de Segunda Dimensão

Com o advento da Emenda Constitucional nº 82, de 16 de julho, promulgada pelo Congresso Nacional por meio do Poder Constituinte Derivado Reformador incluiu a segurança viária e a categoria dos agentes da autoridade de trânsito ao rol de natureza taxativa elencado no artigo 144 da Constituição da República Federativa do Brasil, in verbis:

“Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:

[…]

§ 10. A segurança viária, exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do seu patrimônio nas vias públicas:

I – compreende a educação, engenharia e fiscalização de trânsito, além de outras atividades previstas em lei, que assegurem ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente; e

II – compete, no âmbito dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, aos respectivos órgãos ou entidades executivos e seus agentes de trânsito, estruturados em Carreira, na forma da lei. ”

O legislador constituinte previu a teoria basilar do Direito de Trânsito, denominado como “trinômio do trânsito: educação (outrossim, esculpido no inciso XII, artigo 23 da CRFB/88), engenharia e fiscalização. ”

:: LEIA MAIS »

Quem deveria fiscalizar, anda cometendo infrações (você sabe quem é?)

Por ACésarVeiga*

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Sinceramente, o que acham de “anestesiar” alguns hábitos que estão crescendo por ai?

São praxes de inimigos sociais que, ostentando a máscara do cinismo, se escondem abalando assim os direitos sagrados do cidadão.

Quem são estes opositores sociais que em vista disso abandonam a causa pública?

Bem, aquele…

– Religioso que experimenta o pecado.

– Professor que faz da negligência sua ferramenta.

– Médico que favorece o paciente do convênio particular e que de forma criminosa discrimina o do SUS.

– Pai que distorce a atenção por um dos filhos.

– Servidor público que arrasta a bagagem da corrupção pelo cotidiano.

– Policial que pratica ações antiéticas.

:: LEIA MAIS »

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia