WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

:: ‘Educação sobre o trânsito’

PRF realiza operação durante feriado de Tiradentes

Ação visa diminuir acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante e às ultrapassagens indevidas.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia iniciou à 0h de hoje (20) e finalizará às 23h59 de domingo (23) a Operação Tiradentes devido ao feriado desta sexta-feira (21).

Segundo a PRF, serão realizadas atividades para diminuir a incidência de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante e às ultrapassagens indevidas. A fiscalização a motocicletas, o uso do cinto de segurança e o transporte seguro de crianças também será intensificada.

A PRF alerta que a partir das 13h de quinta-feira, em alguns pontos espera-se o aumento do fluxo, tendência que deverá se manter até a noite, quando ocorrerá a maior concentração de veículos nas rodovias.

Os condutores envolvidos em acidentes sem vítimas nas rodovias federais podem registrar a ocorrência pela internet. A declaração eletrônica, que substitui o boletim elaborado pessoalmente é um serviço gratuito, reconhecido pelas seguradoras de veículos e por demais órgãos de trânsito.

Dicas para uma viagem segura

  1. Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e à noite;

  2. Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;

  3. Planeje a viagem, lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;

  4. Mantenha a atenção na rodovia;

  5. Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;

  6. Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;

  7. Aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.

Fonte: Nucon PRF BA.

Se for viajar neste neste feriado, lembre-se: “Minha escolha faz a diferença”

Viagens noturnas requerem do condutor do veículo atenção quanto a visibilidade e que esteja descansado.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Mais um feriado prolongado. Se deixou para viajar desta vez, não se esqueça que sua escolha faz a diferença, No trânsito, você pode escolher, ou não, usar o celular enquanto dirige, beber antes de pegar ao volante, não usar cinto de segurança, exceder o limite de velocidade estabelecido, o semáforo e demais sinalizações e, entre outros, a faixa de pedestres.

É importante saber, contudo, que, ao fazer a escolha errada você está sujeito a acidentes graves de trânsito, a perder a vida, a contrair invalidez permanente, a ferir-se gravemente. Mais que isso, você poderá tirar vidas, ferir gravemente ou causar invalidez nas pessoas que transporta em seu veículo ou nas outras com as quais compartilha as vias e as rodovias.

Se for viajar, é importante que o veículo esteja em perfeitas condições mecânicas, abastecido, com freios e faróis em dia, além de pneus e estepe calibrados e os equipamentos como macaco, chave de roda e triângulo de sinalização em boas condições.

No caso de a viagem ser à noite, para fugir dos costumeiros congestionamentos, saiba que este horário apresenta algumas desvantagens, como a baixa visibilidade, que é um fator de risco para acidentes, e menor segurança.  Lembre-se, ainda, que a visão periférica é reduzida durante a noite, assim como a capacidade de avaliar distâncias.

Viagens noturnas requerem ainda que o condutor do veículo esteja descansad0. Portanto, procure dormir bem antes de iniciar a viagem. . É aconselhável também conhecer bem o roteiro para ter ciência dos trechos que podem oferecer riscos e os que são seguros.

Se a viagem for longa, planeje as paradas que terá de fazer para descanso.. Nunca pare no acostamento. Não é seguro, e você ainda corre o risco de provocar um acidente. Em grande parte das rodovias brasileiras existem postos de combustíveis em distâncias regulares nos quais é possível estacionar o veículo, comer, tomar um café e descansar.  Há, ainda, os refúgios especialmente criados para paradas momentâneas, são mais seguros e pensados para este fim. Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Transporte individual motorizado é o tema do “Nós do Trânsito” da semana

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Somos um país que prioriza o uso do transporte individual motorizado, em detrimento do transporte coletivo e pagamos bem caro por isso.

Este que é um dos maiores nós do nosso complicado trânsito foi o tema do papo do Doutor em História Rodrigo Santos e do Especialista em Trânsito Celso Alves Mariano nesta 41ª edição do NÓS DO TRÂNSITO.

Toda segunda-feira, no Youtube, uma nova edição do programa Nós do Trânsito trará assuntos atuais e temas polêmicos com um tom extrovertido, transformando assuntos, às vezes muito complexos, em uma conversa agradável, de fácil entendimento e altamente educativa. Assista:

Fonte: Portal do Trânsito.

Pneus com pressão incorreta geram riscos à segurança

É fundamental sempre transitar com a calibragem recomendada pelo fabricante.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A pressão incorreta dos pneus – acima ou abaixo do recomendado, pode causar sérios riscos à segurança além de prejuízos financeiros.

Transitar com a calibragem menor resulta em maior consumo de combustível, excesso de calor gerado, desgaste acelerado no pneu e mais esforço do motor. Já a pressão em excesso causa desgaste acentuado no centro da rodagem, rachaduras na base dos sulcos, perda de estabilidade em curvas e maior riscos de estouros dos pneus.

Em dias de chuva, o perigo aumenta. A alteração na profundidade dos sulcos compromete o escoamento da água, aumentando assim o risco de aquaplanagem e da perda da direção. Por isso, também é importante verificar regularmente o indicador TWI do pneu, a fim de saber se a banda de rodagem já atingiu seu limite de desgaste.

Recomenda-se que o estepe esteja calibrado com até cinco libras a mais do que o normal. Afinal, o pneu reserva nem sempre é calibrado na mesma frequência dos demais. Assim, é fundamental sempre circular com a pressão apontada pelo fabricante. A calibragem deve ser efetuada preferencialmente de forma quinzenal e sempre antes de longas viagens. As informações são do GF Pneus.

Campanha de trânsito na França dá susto real em pedestres imprudentes

Painel emite som de pneus cantando quando se atravessa fora da faixa ou com o sinal vermelho para os pedestres. Susto é registrado em foto, tirada em tempo real, e publicada no próprio totem com mensagem de alerta.

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Uma campanha de trânsito na França tem dado sustos reais em pedestres. Tudo para evitar os atropelamentos no país europeu, que registra uma média de 4.500 mortes/ano por esse motivo só na região administrativa da Ilha de França, formada por 27 regiões administrativas, incluindo a capital, Paris.

Como parte da sétima edição da “Quinzena Regional dos Usuários Vulneráveis”, que acontecerá em maio, uma iniciativa simples foi lançada para alertar os pedestres mais distraídos ou imprudentes do risco de se atravessar fora da faixa ou quando o sinal ainda está vermelho para eles.

Quando essa situação acontece, um painel emite o som de pneus cantando e ao mesmo tempo tira uma foto do pedestre assustado e exibe a imagem na mesma hora com a seguinte mensagem (em francês): “Não corra risco de morte na travessia respeitando os semáforos…” Os vídeos e as fotos dos pedestres apavorados vão ser exibidos em estações de trem e também nas redes sociais da campanha. Confira o vídeo da campanha:

Fonte: O Tempo.

Maio Amarelo: #MinhaEscolhaFazADiferença

Celular ao volante, beber e dirigir, não usar cinto, entre outras, são escolhas no trânsito e, no geral, podem ser a causa de acidentes com graves consequências.

Divulgação

Divulgação

“Minha Escolha Faz a Diferença”. Com este tema o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária lança uma série de peças publicitárias para o Movimento Maio Amarelo 2017, mobilização voltada para a conscientização da sociedade sobre a importância da direção segura (a Melhor Escolha) e para ilustrar ações concretas que contribuam para mudar o trágico cenário dos acidentes de trânsito no Brasil (onde mais de 43 mil pessoas por ano perdem a vida) e do mundo.

As peças, vídeos, posts, poderão ser utilizadas gratuitamente pela sociedade, entidades privadas e órgãos públicos, interessados em divulgar a causa do trânsito seguro e humano, que é a proposta central do Movimento.

Em janeiro de 2017, o tema “MINHA ESCOLHA FAZ A DIFERENÇA” foi definido pelo CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), na Resolução 654, para estampar todas as campanhas educativas de trânsito no país ao longo do ano, inclusive o Maio Amarelo. A campanha do OBSERVATÓRIO para o Movimento Maio Amarelo deste ano foi criada pela agência F&Q Brasil e é um alerta para que todos escolham as melhores posturas no trânsito. É um estímulo para que condutores de qualquer tipo de veículo (caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas e bicicletas), inclusive pedestres, optem pela conduta apropriada . O tema tem o objetivo de ressaltar que os acidentes são resultado de escolhas erradas que fazemos.

:: LEIA MAIS »

Nós do Trânsito aborda a relação entre película, visibilidade e segurança

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Em novo cenário, mas com a mesma forma descontraída de falar de um assunto muito sério, Celso Mariano e Rodrigo Santos abordam o tema películas, insulfilm e nossa busca nem sempre bem informada por mais proteção no trânsito. E afinal, usar a película é melhor ou pior para a segurança no trânsito?

O uso da película refletiva no Brasil é permitido, porém em transmissão suficiente que não prejudique a visibilidade dos motoristas. No Brasil, quanto ao uso de películas, o artigo 3º da Resolução nº 254 do Contran, de 26 de outubro de 2007, permite a instalação. Porém, fica estipulado que transmissão luminosa não poderá ser inferior a 75% para o para-brisa e 70% para os demais vidros indispensáveis à dirigibilidade do veículo. Um carro fora dessas especificações estará sujeito a multa, regularização e apreensão.

O Programa

O programa “Nós do trânsito” é um bate-papo descontraído, sobre um assunto muito sério, produzido pelo Portal do Trânsito e pela Tecnodata.  Toda segunda-feira, no Youtube, uma nova edição do programa trará assuntos atuais e temas polêmicos com um tom extrovertido, transformando assuntos, às vezes muito complexos, em uma conversa agradável, de fácil entendimento e altamente educativa. Assista:

Fonte: Portal do Trânsito.

Chuvas exigem mais atenção do condutor e cuidados com veículo

A chuva é uma das principais causas de acidentes graves; estar alerta e adotar alguns cuidados podem evitá-los.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

As chuvas são uma das principais causas de acidentes graves. Por isso, os condutores ao trafegarem nessas condições devem ficar alertas e redobrar a atenção.

Entre os pontos de atenção para evitar problemas em dias chuvosos pode-se destacar as condições dos pneus, dos freios e da luz de freio. A luz de freio, por exemplo, é o alerta para o condutor que vem atrás, se houver necessidade de frear o veículo. Se ela estiver queimada, o condutor não perceberá a frenagem do veículo que vai à sua frente, o que pode motivar a ocorrência de colisão.

A chuva faz também com que a pista fique escorregadia, condição que pode ocasionar deslizamentos em situações de mudança de faixa ou de freadas bruscas. E as poças d´àgua que muitas vezes se formam, podem ser responsáveis pela perda de direção do veículo.

Sendo assim, é ideal que os pneus estejam em boas condições para garantirem a aderência ao asfalto e, desse modo, reduzir os riscos em pistas molhadas. Limpadores de para-brisa são também importantes para a garantia da segurança em dias de chuva, desde que em boas condições de uso.

São dicas simples, mas que podem fazer a diferença entre envolver-se ou não em acidentes em pistas molhadas ou em dias chuvosos.

  1. . Pneus, freio, luz de freio e faróis devem ser mantidos sempre em boas condições;

  2. . Pneus devem estar bem calibrados;

  3. . Se for mudar de faixa, utilize a seta;

  4. . Mantenha distância segura do veículo que vai à frente;

  5. . Evite freadas bruscas;

  6. . Para evitar vidros embaçados, ligue o ar condicionado ou o desembaçador. Abrir um pouco os vidros também ajuda a não embaçar.

Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

OBSERVATÓRIO dá 10 dicas de segurança para motoristas iniciantes

É importante estar calmo, atento e não negligenciar as regras de trânsito que, aliás, é postura que todo condutor deve ter.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Acabou de receber a carteira de habilitação e está inseguro para dirigir no trânsito? Calma; se passou no exame para obtenção da carteira você tem toda a condição de dirigir, desde que mantenha a calma, esteja atento e não negligencie as regras de trânsito que, aliás, é postura que todo condutor deve ter.

Esteja ciente que a tarefa de conduzir um veículo passa a ser fácil após um tempo. Esteja certo de que vai conseguir trocar as marchas, pisar nos pedais corretos, entre outros. E para ajudar quem está nesta condição, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária dá algumas dicas. Confira quais:

  1. Mantenha a calma e esteja atento à sua volta.

  2. Dirija devagar.

  3. Atenção aos retrovisores, pois é através deles que você verá sua distância em relação aos outros veículos e o que acontece à sua volta.

  4. Para treinar, desde que já tenha obtido a carteira de habilitação, é preferível que escolha um local longe do trânsito intenso. Procure locais tranquilos e treine troca de marchas, controle de embreagem e faça manobras de estacionamento.

  5. Procure ouvir o que ‘diz’ seu carro. Por exemplo: quando for o momento de mudar a marcha seu veículo emitirá um som como se o motor estivesse chiando. A demora até mudar a marcha provoca gasto desnecessário de combustível.

  6. Como ainda não está habituado ao trânsito, use sempre a faixa da direita.

  7. Procure manter seu veículo em boas condições de manutenção.

  8. Esteja atento à sinalização da pista, à faixa de pedestres (e à circulação de pedestres), aos semáforos, etc.

  9. Mantenha os pneus calibrados e verifique a água e o óleo pelo menos duas vezes ao mês.

  10. Mantenha o veículo sempre abastecido para evitar a pane seca (falta de combustível).

Ser gentil no trânsito é fazer a melhor escolha

Mesmo se estiver ‘em cima’ do horário, em engarrafamentos, ou situações que favoreçam o descontrole, manter a calma é o primeiro passo para a garantia da segurança.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

O trânsito, todos nós sabemos, é um espaço compartilhado que, portanto, deve ser dividido entre condutores de veículos, motociclistas, ciclistas e pedestres. Não raro, os conflitos decorrentes dessa divisão são presenciados, envolvendo todos os grupos que transitam pelas vias. Não raro, também, esses conflitos terminam em graves ocorrências.

Qualquer pessoa quando sai de sua casa para cumprir qualquer trajeto tem como meta chegar ao final dele. É pouco provável que alguém saia disposto a enfrentar, ou iniciar, brigas ou discussões, que podem resultar em acidentes, por exemplo.

Para evitar que isso ocorra, a gentileza no trânsito é fundamental. Mesmo se estiver ‘em cima’ do horário, em engarrafamentos, ou situações que favoreçam o descontrole, manter a calma é o primeiro passo para a garantia da segurança; é a escolha que pode fazer a diferença no trânsito.

Por defender essa postura, a da paz no trânsito, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, indica alguns comportamentos para as pessoas que querem fazer a diferença no trânsito.

Confira:

  1. Se desculpar por eventuais falhas ou erros.

  2. Dar passagem a outro veículo ou a motocicletas.

  3. Verificar os retrovisores e sinalizar antes de qualquer manobra.

  4. Sinalizar com o pisca-alerta em casos de paradas abruptas.

  5. Usar o farol mesmo durante o dia para se tornar mais visível.

  6. Estacionar corretamente, sem invadir o espaço alheio ou prejudicar o trânsito.

  7. Saber ser tolerante e ceder passagem a outros motoristas que desejam trocar de faixa ou acessar a via.

  8. Respeitar a faixa de pedestres.

  9. Não se envolver em discussões.

Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia