WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

:: ‘Educação sobre o trânsito’

Cinto de segurança também é necessário no banco traseiro; entenda a importância

Nos casos de capotamento, por exemplo, os passageiros sem cinto no banco de trás podem ser arremessados para fora do veículo – o que pode ser fatal.

Foto: Ssean Dreilinger via Visualhunt.com CC BY-NC-SA

Foto: Ssean Dreilinger via Visualhunt.com CC BY-NC-SA

Para muita gente, o uso do cinto de segurança no banco traseiro é algo desnecessário. Tanto que grande parte das pessoas simplesmente não tem o hábito de usar esse equipamento de segurança – que é de extrema importância. Em alguns táxis, por exemplo, você nota que os cintos traseiros permanecem escondidos embaixo dos bancos – o passageiro nem tem a opção de utilizá-lo, e isso comprova que nesses carros o dispositivo é completamente ignorado.

Esse descaso todo tem uma explicação: uma sensação de (falsa) segurança por parte de quem está no banco de trás. Essa pessoa considera que, no caso de uma colisão, o banco da frente servirá de apoio e amortecerá o impacto. Nada mais longe da verdade: nos casos de capotamento, por exemplo, os passageiros sem cinto no banco de trás podem ser arremessados para fora do veículo – o que pode ser fatal.

Peso multiplicado pelo impacto

A verdade que muitos custam a reconhecer é que o uso do cinto no banco de trás é tão importante quanto a utilização na frente. É esse uso que garantirá que o passageiro, na eventualidade de uma batida de trânsito, ficará preso ao banco, sem se chocar contra as partes rígidas do interior do veículo, como colunas, volante, painel e até mesmo o para-brisa.

Além disso, é um fator de diminuição de risco também para os passageiros da frente, que não serão atingidos pelos corpos dos de trás – um peso maior do que se costuma imaginar.

Isso porque, numa batida, o peso de corpos e objetos projetados dentro do veículo se multiplica, aumentando muito o risco de uma fatalidade. Numa colisão a 50 km/h, por exemplo, um adolescente de 50 kg sem cinto no banco traseiro pode ser arremessado contra os passageiros da frente com um peso aproximado de 1,25 tonelada. Seria como se um filhote de elefante te esmagasse dentro do veículo.

Crianças

Meninos e meninas soltos dentro do carro também representam um enorme risco. Crianças devem ser transportadas usando equipamentos de retenção de acordo com a idade e o peso de cada uma – e sempre no banco de trás. Esses equipamentos devem contar com o cinto de três pontos para a sua correta fixação. Para cadeirinhas e assentos infantis, também há dispositivos, como o Isofix, que eliminam a necessidade de utilização do cinto de segurança.

Para crianças maiores de 10 anos, o cinto poderá ser utilizado diretamente, sem os equipamentos específicos de retenção. Mas preste atenção se eles não estão próximos demais do pescoço da criança.

Multa grave

O condutor que não estiver fazendo uso do cinto de segurança no banco dianteiro ou transportando passageiros sem cinto pode ser autuado com uma multa grave no valor de R$ 197,23, além de ganhar 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação. É o que diz o Artigo 167 do Código de Trânsito Brasileiro.

Ou seja, andar sem cinto, além de colocar sua vida em risco, ainda é um perigo para o seu bolso. Fonte: Garagem 360.

Dirija na neblina com segurança: dicas e cuidados

Faroletes acionados e atenção com velocidade e distância dos outros veículos; pedestres também devem estar atentos.

Imagem: Arquivo

Imagem: Arquivo

As baixas temperaturas deste inverno vem acompanhadas de neblina, névoa e com sensação térmica de 7 graus em Vitória da Conquista. Nos próximos dias, as condições adversas do tempo devem continuar e o Blog destaca algumas dicas para segurança no trânsito:

Ao conduzir o carro e a névoa der o menor sinal, é preciso ligar pelo menos as luzes de posição, conhecidos faroletes, lembrando que para as motocicletas é obrigatório circular com o farol baixo acionado o tempo tempo. Sob chuva, mesmo uma neblina, utilize os faróis baixos do carro. Nas condições adversas de tempo não se utiliza o farol alto, além do cuidado com a diminuição da visibilidade causada por vidros embaçados.

Pista escorregadia exige atenção para velocidade e distância (Foto: Cléciu's Prado)

Pista escorregadia exige atenção para velocidade e distância (Foto: Cléciu’s Prado)

Condutores em geral devem se atentar à pista molhada pois, para a frenagem sempre haverá necessidade de mais espaço, é importante manter boa distância do veículo que segue à frente, e isso sempre é uma dificuldade pois com muitos veículos na via, eles tendem a transitar muito perto. Velocidade sempre moderada e atenção redobrada com os pedestres, já que  incomodados com a chuva, eles podem fazer travessias improvisadas e perigosas.

Motociclistas também encontram dificuldades com o tempo chuvoso. É preciso pilotar equipado com botas, luvas, calça e blusa impermeáveis.

Pedestres devem se manter atentos nas travessias, para não serem prejudicados por sua própria ansiedade ao atravessar, esperando sempre pelo melhor momento, apesar do incômodo da água.

Seja gentil ao avistar pedestres, conduzindo com velocidade compatível para não lançar lama sobre as pessoas, o que além de infração de trânsito é uma tremenda falta de educação.

Viaje com segurança no São João

Confira dicas importantes para uma viagem segura.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Maior festa popular do Nordeste, o São João é festejado por toda a Região. Milhares de pessoas pegam a estrada no período e tantos veículos nas rodovias sempre exige cuidado redobrado dos condutores. Confira dicas importantes para uma viagem segura:

  1. Certifique-se que todos os ocupantes do veículo estejam com o cinto de segurança;

  2. Ultrapasse somente pela esquerda e apenas em trechos permitidos, com a certeza do sucesso da manobra;

  3. Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e à noite;

  4. Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;

  5. Planeje a viagem, lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;

  6. Mantenha a atenção na rodovia;

  7. Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;

  8. Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;

  9. Em caso de chuva, aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal.

OBSERVATÓRIO lança aplicativo com os conteúdos de educação para o trânsito

Ideia é facilitar a busca por conteúdos relacionados ao trânsito, melhorando a percepção das questões relativas à segurança viária de quem trabalha na área e também do cidadão comum.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Com o intuito de divulgar conteúdos técnicos, educativos, novidades da legislação, e notícias, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária lançou na última semana o aplicativo ONSV Educação. A ideia é facilitar a busca por conteúdos relacionados ao trânsito, levando a informação onde você estiver, além de divulgar os materiais produzidos pelo OBSERVATÓRIO e, principalmente, melhorar a percepção das questões relativas à segurança viária de quem trabalha na área e também do cidadão comum.

O aplicativo tem cinco abas, onde você poderá ver:

  1. Os vídeos educativos e de conscientização para um trânsito seguro.

  2. Os tweets publicados com links para as notícias atualizadas do mundo trânsito.

  3. Aqui você confere a sua pontuação.

  4. Empresas e entidades mantenedoras do OBSERVATÓRIO.

  5. Link direto para o site do OBSERVATÓRIO.

Com o app ONSV Educação você terá informações de várias áreas e poderá compartilhar com quem quiser.

E não é só isso: conforme você assiste aos vídeos e/ou compartilha, tanto os vídeos quanto os twittes, você soma pontos e terá vantagens, junto aos parceiros do OBSERVATÓRIO. Na terceira aba do app, você confere os pontos acumulados e poderá garantir vários benefícios que serão construídos ao longo do tempo.

A cada nova informação no seu ONSV Educaçãoum ícone com o logo do OBSERVATÓRIO aparecerá no canto esquerdo do seu celular. Assim, você não perde nada que está sendo publicado.

Para você que trabalha na área, nosso corpo técnico estará atento a tudo o que de mais novo for divulgado pelos órgãos competentes e trará um resumo o mais rápido possível sobre o assunto. Assim você fica sempre informado e não perde as novas Resoluções, mudanças na legislação, ou mesmo alguma discussão importante.

Digite ONSV Educação na sua loja de apps, tanto no sistema IOS, como também Android e divulgue um trânsito mais seguro.

Baixe o aplicativo do Observatório!

Informações, novidades e muito mais!

Cinco dicas de segurança para viagens com crianças

Confira medidas de segurança que devem ser adotadas por pais e responsáveis durante passeios de carro.

Foto: Clappstar via VisualHunt.com / CC BY-NC

Foto: Clappstar via VisualHunt.com / CC BY-NC

Viajar com crianças no carro requer atenção redobrada. Existem uma série de cuidados especiais que precisam ser tomados em viagens com os pequenos. A Alô Bebe, que trabalha com produtos destinados ao público infantil, reuniu algumas medidas de segurança que devem ser adotadas por pais e responsáveis durante passeios de carro. Confira:

1. Criança só no banco de trás. Exceto em alguns, como nos veículos que possuem apenas bancos na frente como picapes de cabine simples. Os pequenos com menos de 10 anos devem ser transportadas no banco de trás, segundo a legislação nacional de trânsito.

2. Use cadeirinha ou booster. A cadeirinha, ou bebê-conforto, deve ser usada desde os primeiros dias de vida do recém-nascido. Já os boosters são para crianças maiores, de 4 até 10 anos (caso necessário, pela altura da criança), e ajudam a mantê-las na altura adequada para usar o cinto de segurança do carro.

3. Instalação da cadeirinha. Tenha atenção ao instalar a cadeirinha. Um acessório mal instalado é um fator que aumenta o risco de lesões graves em caso de possíveis acidentes. É importante sempre checar se o cinto está passado nos locais corretos do equipamento.

4. Não alimente no carro. Até os três anos de idade deve-se evitar dar comida à criança dentro do veículo, pois o movimento pode fazê-la engasgar e causar enjoos. O recomendado é alimentar o bebê antes de sair de casa.

5. Faça paradas estratégicas. Não viaje mais de duas ou três horas seguidas. Longas viagens cansam e  incomodam tanto os adultos quanto os bebês. Algumas paradas para relaxar são necessárias para tornar o passeio mais prazeroso, seguro e tranquilo. Fonte: Garagem 360.

Agenda Positiva Junho | Respeito ao pedestre e ao ciclista

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

As vias, pelas quais transitam todos os tipos de modais (ônibus, caminhões, carros, motocicletas, bicicletas e também os pedestres) são, reconhecidamente, espaços democráticos que devem ser compartilhados por todos. E no compartilhamento, direitos, deveres e obrigações, de igual modo, devem ser distribuídos para que um modal não prevaleça sobre o outro.

Por isso, as autoridades responsáveis pela organização do trânsito estabeleceram regras que devem ser cumpridas por todos para a garantia, não da supremacia, mas da convivência pacífica entre condutores, motociclistas, ciclistas e pedestres e, deste modo, para a construção de um trânsito mais humano e seguro.

Conscientes de que “Minha Escolha Faz a Diferença” no trânsito, ciclistas, motociclistas, condutores de veículos e pedestres devem estar atentos sempre para o cumprimento das regras e para a melhor escolha, a escolha que pode preservar vidas.

Quando se pensa nos meios de transportes utilizados pelas pessoas pode-se lembrar, consequentemente, que os veículos motorizados sempre oferecem alguma proteção lateral para seus condutores e passageiros. Já para os ciclistas e pedestres esse tipo de proteção não existe e sua integridade física depende, também, do comportamento de quem está se utilizando dos outros modais. Eles são, portanto, a parte mais vulnerável, a que está exposta aos maiores riscos e sofrem as graves consequências em casos de acidentes.

Por isso, a regra e clara e cumpri-la não traz nenhum custo; apenas benefício. Ou seja, no trânsito, os maiores devem respeitar os menores e os motorizados zelar pelos não motorizados e todos devem zelar pela segurança do pedestre. Quando dividir a via com ciclistas, os condutores devem respeitar a distância de um metro e meio entre a lateral de seu veículo e a bicicleta, conforme estabelece a lei.

Condutores e motociclistas devem, igualmente, respeitar – sempre – a faixa de pedestres; estar atentos e verificar se, por exemplo, não há pedestre ou ciclista quando sair em marcha à ré; nunca atravessar se o semáforo estiver aberto para pedestres; reduzir a velocidade nas proximidades de escolas e hospitais ou em áreas de grande fluxo de pessoas. Ao procederem assim, mais do que cumprir regras, estarão fazendo ‘a melhor escolha, aquela que pode salvar vidas no trânsito. Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Festas juninas: Antes de viajar faça a manutenção preventiva no veículo

Confira dicas de revisão no carro e na moto antes de pegar a estrada.

Imagem Ilustrativa | Getninjas

Imagem Ilustrativa | Getninjas

As festas juninas estão chegando e milhares de pessoas planejam por o pé na estrada para aproveitarem o período de festas. Mas é bom ficar atento pois, a responsabilidade de quem vai viajar começa bem antes de colocar as malas no carro: É hora de fazer a revisão.

O Blog Transitar ouviu dois especialistas em mecânica de veículos que dão dicas importantes de manutenção preventiva, o que evita que o condutor fique “na mão” em plena estrada ou mesmo sofra um acidente.

O vistoriador técnico veicular Laudemir Ferreira, com 44 anos de experiência, elenca os itens nos carros que devem passar por uma boa vistoria antes de qualquer viagem: “Em primeiro lugar é preciso uma verificação no sistema de freios: pastilhas, lonas, freio de emergência e fluido” diz o técnico. Na parte elétrica, observa Ferreira, é necessário conferir faróis, luzes indicadoras de direção, luzes de freio, luzes de emergência e palhetas dos limpadores de para-brisa, “incluído a revisão da bateria”.

Os pneus são equipamentos fundamentais para segurança e devem ser utilizados somente em bom estado de conservação. “Eles [os pneus] inclusive o estape são utilizados com a calibragem recomendada pelo fabricante” orienta o técnico, “e para se prevenir dos contratempos nunca se deve viajar sem conferir os parafusos das rodas, chave, macaco e triângulo”.

A suspensão do veículo também necessita de atenção, segundo Laudemir as “buchas das estabilizadoras, amortecedores folgados ou vazando óleo podem desestabilizar o carro nas acelerações, frenagens e curvas”. O técnico também destaca outros itens que merecem atenção como o fluido do reservatório da direção, vazamentos nas mangueiras de radiador e extintor de incêndio, que apesar de não ser obrigatório, é um item de utilidade.

Se a viagem é de moto, as recomendações são parecidas com as dos carros. É o que diz o supervisor de manutenção, Isaías Leite, que recomenda aos motociclistas atenção às recomendações no manual do fabricante “pra saber da vida útil das peças, inclusive o kit de transmissão” orienta. “Pneus, óleo, filtro, luzes, freios” tudo precisa ser devidamente revisado antes pegar a estrada.

Carro e moto verificados, falta a lembrança das regras de circulação como atenção redobrada e velocidade compatível com a segurança.

Programa aborda a raiva no trânsito

Reações descontroladas que, em um desatino instantâneo, podem ser o caos na vida das pessoas.

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Reações insensatas, exageradas, descontroladas que, em um desatino instantâneo, podem ser o caos na vida das pessoas. Ou um desastre no trânsito. É um tipo de comportamento perigosamente presente nas ruas, avenidas e estradas. Um baita nó do trânsito.

“O comportamento no trânsito é um indicador preciso das características de cada indivíduo. Quem tem boa maturidade e equilíbrio sabe controlar suas tendências e atitudes inadequadas”, explica Celso Alves Mariano, especialista em trânsito.

O Programa

O programa “Nós do trânsito” é um bate-papo descontraído, sobre um assunto muito sério, produzido pelo Portal do Trânsito e pela Tecnodata. O Doutor em História Rodrigo Santos conversa com o Especialista em Trânsito Celso Mariano em um videocast que se propõe analisar, discutir, opinar e contribuir para desatar os nós do trânsito.

Toda segunda-feira, no Youtube, uma nova edição do programa trará assuntos atuais e temas polêmicos com um tom extrovertido, transformando assuntos, às vezes muito complexos, em uma conversa agradável, de fácil entendimento e altamente educativa. Assista:

Fonte: Portal do Trânsito

Campanha faz alerta a pessoas que sempre justificam seus erros no trânsito

Ação incentiva atenção nas ruas.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

A campanha #DirijaSemDesculpas é um alerta para as pessoas que sempre justificam seus erros ao volante ao provocar um acidente e um incentivo para que tenham atenção no trânsito.

Idealizada por um hospital ortopédico, a ação está presente nas redes sociais e promove eventos de conscientização para a prevenção dos acidentes viários.

O evento de lançamento reuniu o corpo clínico do Hospital Quinta D’Or (HQD), no Rio de Janeiro, e contou com a presença do Diretor do HQD, Dr. Odilon Neto. Na ocasião, Dr. Paulo Barbosa, diretor do COI e coordenador de Equipe de Trauma do HQD, apresentou dados sobre acidentes de trânsito no Rio de Janeiro, no Brasil e no mundo.

De acordo com Dr. Paulo Barbosa, médicos podem fazer muito mais do que tratar. “Nós, médico, temos a confiança dos pacientes e eles nos escutam. Precisamos nos ater a esta credibilidade e propagar cada vez mais a mensagem que precisamos firmar: atenção ao volante”, avaliou o idealizador da campanha.

“Toda ação de conscientização é bem-vinda. O movimento Maio Amarelo e a campanha Dirija Sem Desculpas são ações bastante oportunas para o momento que o mundo vive. Automóveis são meios de transporte, não de morte”, ressaltou Dr. Odilon.

Assista o vídeo da campanha:

Saiba mais da campanha clicando AQUI. As informações são da Assessoria de Comunicação.

Maio Amarelo leva ação educativa à Avenida Luís Eduardo Magalhães

Ação foi uma parceria da Coordenação Municipal de Trânsito com alunos do Colégio da Polícia Militar.

Fotos: Secom | PMVC

Fotos: Secom | PMVC

Os condutores que passaram pela Avenida Luís Eduardo Magalhães no início da manhã desta sexta-feira (19), foram surpreendidos por uma ação diferenciada. A Coordenação Municipal de Trânsito, em parceria com alunos do Colégio da Polícia Militar, realizou uma atividade educativa em pontos da via. A iniciativa integra a programação do Maio Amarelo em Vitória da Conquista, movimento internacional de conscientização e prevenção a acidentes de trânsito.

Mostra de veículo sinistrado chamou atenção sobre consequências da falta de atenção com a segurança.

Mostra de veículo sinistrado chamou atenção sobre consequências da falta de atenção com a segurança.

Até às 9 horas da manhã, as equipes estiveram no local realizando panfletagem e um rápido bate-papo com os condutores de veículos. A ideia é chamar atenção quanto ao perigo do uso de aparelho celular, que é a principal causa de infrações e de acidentes de trânsito. Além disso, também esteve disponível uma mostra de veículo sinistrado, com duas vítimas, simulando um acidente na via.

Ação envolveu alunos CPM e agentes de trânsito.

Ação envolveu alunos CPM e agentes de trânsito.

A Assessora da Coordenação de Transportes, Rainer Mendes, destaca que a educação é um dos tripés do trânsito, juntamente com a engenharia e a fiscalização. “A educação muda a mente e a cultura das pessoas. Então, a gente acredita que através de ações educativas, vamos mudar o trânsito da cidade, para a conservação da vida, que é objetivo maior da Coordenação e das políticas de trânsito”, afirma. As informações são da Secretaria de Comunicação.

manual fiscalizacao transito



ultimas noticias
outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia