WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

louro magalhaes

:: ‘Entrevistas’

Fabrício propõe plano de ação para o trânsito

Plano de governo planeja descentralizar o terminal da Lauro de Freitas e investir na educação.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Jean Fabrício, candidato a prefeito de Vitória da Conquista pelo PC do B, conversou com o Blog Transitar sobre suas propostas para o trânsito e transporte.

Segundo o candidato é preciso diagnosticar, elaborar  e executar um plano de ação para o trânsito, descentralizar o terminal da Lauro de Freitas e investir na educação. Confira a entrevista:

Blog Transitar   De acordo o último levantamento do Denatran, Vitória da Conquista possui uma frota de mais de 120 mil veículos. Há de se considerar ainda a enorme frota flutuante vinda de toda a Região Sudoeste e Minas Gerais.

Eleito, como o sr. iria trabalhar o complexo assunto da engenharia focando o binômio segurança-mobilidade?

Jean Fabrício – A primeira ação será realizar um diagnóstico sobre a situação do trânsito conquistense, levando em conta os dados do SIMTRANS. Com base nesses dados poderemos elaborar e executar um plano de ação. Um de nossos compromissos assumidos é a revitalização do Centro da cidade. Vamos também descentralizar o terminal de ônibus Lauro de Freitas, transformando-o em um terminal de transbordo para uma malha mais ampla, com múltiplos pontos de embarque/desembarque.

Vamos ampliar a rede de vias cicláveis, o que inclui ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas. E a Prefeitura ampliará os pontos de táxi nos bairros, de forma a garantir o serviço ao cidadão. Implantação de política pública extensiva para garantir acessibilidade universal à toda a frota de ônibus coletivos e demais equipamentos urbanos de transporte, terminais, estações de transferência e travessias de pedestres. São ações que vão impactar positivamente o trânsito do município.

Blog Transitar 2016 registra 50 mortes no trânsito do município. Um recente levantamento do Governo de São Paulo apontou que 94% das mortes viárias naquele estado são resultado de falhas humanas.

Como o sr.  pretende lidar no seu governo com a conscientização das pessoas para a necessidade da cultura de segurança no trânsito?

Jean Fabrício – O diagnóstico citado na pergunta anterior também nos fornecerá dados para lidar com essa problemática. Vamos levar a educação de trânsito para todas as escolas públicas, com ênfase na segurança do pedestre e também criar o programa “Escola”, com melhoria da sinalização no entorno dos prédios escolares e criação de programa de orientação de entrada e saída de alunos, além de investir em campanhas educativas permanentes que abordem os principais fatores de risco no trânsito: álcool, velocidade excessiva, avanço de sinal e desrespeito ao pedestre. Ainda vamos implantar e manter semáforo para pedestres em todos os cruzamentos de maior fluxo e faixa de pedestres nas ruas de menor fluxo. Em paralelo, vamos incentivar a fiscalização e punição de infrações para coibir a direção irresponsável.

Blog Transitar  Comprovadamente, onde há fiscalização acontece a diminuição do índice de acidentes de trânsito. Hoje as próprias pessoas falam da necessidade da fiscalização eletrônica em Conquista.

Seu plano de governo contempla a implementação de radares e lombadas eletrônicas? E com relação ao aparelhamento do Simtrans e os agentes de trânsito?

Jean Fabrício – A partir de um diagnóstico e da viabilidade orçamentária vamos avaliar a necessidade desses equipamentos. Os SIMTRANS será valorizado e instrumentalizado para que possa prestar um serviço eficiente e de qualidade.

Blog Transitar –  A nível de Brasil, 80% das ruas são ocupadas por veículos particulares, enquanto os ônibus ficam com apenas 20%. Em contra partida, os coletivos transportam quatro vezes mais o número de passageiros. Por ano, o transporte por ônibus perde perto de um milhão de usuários: um terço da população brasileira é obrigada a fazer a pé ou bicicleta o trajeto casa-trabalho por não terem dinheiro para a tarifa, ou pelos sistemas não contemplarem suas necessidades (itinerário, horário, tempo de viagem, lotação, viagens não realizadas…)

Como seu governo pretende deixar o transporte coletivo de Conquista mais acessível à população do ponto de vista do custo da tarifa e da qualidade do serviço?

Jean Fabrício – Em primeiro lugar, a Prefeitura agirá para que as empresas prestadoras de transporte coletivo cumpram o que rege o contrato. Vamos construir e implantar uma política pública extensiva para garantir acessibilidade universal à toda a frota de ônibus coletivos e demais equipamentos urbanos de transporte, terminais, estações de transferência e travessias de pedestres. Além disso, buscaremos a adaptação de todos os equipamentos urbanos de transporte para pessoas com deficiências em respeito à legislação federal que trata do assunto. Esse tema será discutido permanentemente pelo Conselho de Transportes e outros organismos.

Arlindo quer priorizar segurança do pedestre e transporte coletivo

Candidato defende diminuição do custo social do transporte particular.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Arlindo Rebouças, candidato a prefeito de Vitória da Conquista pelo PSDB, conversou com o Blog Transitar sobre suas propostas para o trânsito e transporte.

Segundo Rebouças, seu governo priorizaria a segurança e conforto dos pedestres, a fiscalização eletrônica de velocidade nas principais avenidas da cidade, além de políticas públicas que valorizem a diminuição do custo social do transporte particular através do transporte por ônibus. Assista o vídeo:

Melhor obedecer a sinalização de trânsito, concorda?

Conduzir é uma atividade de risco e a obediência aos sinais colabora com a segurança.

Blog Transitar

Enquanto carreta passa, moto e carro esperam vez de atravessar cruzamento do Anel Viário de Vitória da Conquista.

Falta em muita gente a consciência de observar e consequentemente obedecer os sinais de trânsito. Diversos incidentes viários acontecem a todo momento, justamente por alguém ter desprezado uma placa, linhas divisórios ou mesmo o semáforo.

Na opinião do funcionário público Clayton Coelho, 31, recém habilitado, a sinalização de trânsito funciona como uma maneira de direcionar as atitudes dos condutores, “é necessário perceber que os limites estabelecidos para o direito das pessoas, é uma forma de beneficiar o cidadão, toda a coletividade” argumenta ele, que reflete com preocupação sobre as atitudes que observa nas ruas: “De uma forma geral, o brasileiro trata os sinais de trânsito sem a devida importância, a pessoa quer fazer algo e simplesmente ignora as placas”.

“A questão da sinalização tem inicialmente a função de oferecer segurança e organização”. A afirmação é do psicopedagogo, instrutor e agente de trânsito César Damasceno, estudioso na área de comportamento e segurança no trânsito, que acredita que grande parte das pessoas às vezes não obedecem os sinais por falta de uma internalização desse real significado de cidadania, “seria a disciplina dos direitos para que um não invada o espaço, a vez do outro” argumenta.

Damasceno destaca os perigos de se estar dirigindo/ pilotando um veículo na rua, “conduzir o carro ou a moto é uma atividade de risco e a obediência aos sinais proporciona segurança para as pessoas”. Pensar diferente, diz ele, configura uma falsa percepção que as regras de trânsito são um tipo de  restrição de liberdade que atrapalharia as atividades do dia a dia, “é a consciência sobre segurança que deve vir em primeiro lugar” finaliza.

Inspetor da PRF de Vitória da Conquista orienta sobre viagem no carnaval

Álcool e excesso de velocidade são maiores causas de acidentes em rodovia, diz policial.

Blog Transitar

Durante carnaval PRF vai intensificar fiscalização com radar e bafômetro.

Nos períodos de festas, como o carnaval, a maioria das ocorrências registradas pela PRF estão relacionadas ao uso de bebidas alcoólica pelos condutores, é o que diz o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Luís Fernandes, em entrevista ao Blog Transitar. “Muitas pessoas não tem a consciência, a responsabilidade de evitar dirigir após beber e acabam conduzindo seus veículos sob efeito do álcool”. Qualquer quantidade de bebida alcoólica, por menor que seja, irá diminuir a capacidade de reflexo do condutor, orienta o policial.

Luís Fernandes

Para o inspetor Fernandes (foto) direção defensiva é fundamental para segurança.

O álcool associado ao excesso de velocidade “vem causando acidentes graves e fatais” reflete o inspetor, o que caracteriza um dos grandes problemas durante as festas. Por conta dessa realidade, a PRF irá intensificar a fiscalização por bafômetros e radares, buscando inibir esses dois comportamentos altamente prejudiciais à segurança nas rodovias.

Quem vai viajar também precisa se preocupar com os documentos e equipamentos obrigatórios, “o intuito da PRF não é o de atrapalhar a viagem de ninguém” diz, mas alerta que “dependendo da infração o veículo pode ser até retido”. Fernandes alerta para o cuidado de itens que comprometem diretamente a segurança dos usuários como o cinto, capacete e cadeirinha, “se comprometeu a segurança, a polícia não vai poder fechar os olhos” avisa.

A área de atuação da Delegacia PRF de Vitória da Conquista começa no município de Manuel Vitorino, no KM 709, e adentra o Estado de Minas Gerais, até o KM 982 da BR 116. Segundo o inspetor, os locais mais críticos são o perímetro que corta a localidade de Lagoa das Flores, município de Conquista, e o trecho entre Manuel Vitorino e Poções, “com muitas curvas sinuosas”.

Ele orienta que os faróis devem estar acessos durante toda viagem, “mesmo não sendo obrigatório, nós recomendamos” e cuidado redobrado nos cruzamentos como nos postos de gasolina e durante as chuvas “se estiver chovendo, é importante reduzir a velocidade em pelo menos 20%, principalmente nas curvas” argumenta. “Sem condições de visibilidade, o ideal é procurar um local seguro, parar e aguardar o tempo melhorar”. Para uma boa viagem também é importante “planejar o trajeto, as paradas. O tempo necessário para almoço, jantar, descanso” finaliza.

Vai viajar no carnaval? Antes faça a manutenção preventiva no veículo

Confira dicas de revisão no carro e na moto antes de pegar a estrada.

Imagem Ilustrativa - Getninjas

Imagem Ilustrativa – Getninjas

No próximo final de semana é carnaval e milhares de condutores vão por o pé na estrada para aproveitarem o período de festas, que costuma deixar as rodovias com movimento intenso e registrar um dos maiores índices de acidentes no ano. A responsabilidade de quem vai viajar começa bem antes de colocar as malas no carro. O Blog Transitar ouviu dois especialistas em mecânica de veículos que dão dicas importantes de manutenção preventiva, o que evita que o condutor fique “na mão” em plena estrada ou mesmo sofra um acidente.

O vistoriador técnico veicular Laudemir Ferreira, com 43 anos de experiência, elenca os itens nos carros que devem passar por uma boa vistoria antes de qualquer viagem:

“Em primeiro lugar é preciso uma verificação no sistema de freios: pastilhas, lonas, freio de emergência e fluido” diz o técnico. Na parte elétrica, observa Ferreira, é necessário conferir faróis, luzes indicadoras de direção, luzes de freio, luzes de emergência e palhetas dos limpadores de para-brisa, “incluído a revisão da bateria”.

Os pneus são equipamentos fundamentais para segurança e devem ser utilizados somente em bom estado de conservação. “Eles [os pneus] inclusive o estape são utilizados com a calibragem recomendada pelo fabricante” orienta o técnico, “e para se prevenir dos contratempos nunca se deve viajar sem conferir os parafusos das rodas, chave, macaco e triângulo”.

A suspensão do veículo também necessita de atenção, segundo Laudemir as “buchas das estabilizadoras, amortecedores folgados ou vazando óleo podem desestabilizar o carro nas acelerações, frenagens e curvas”. O técnico também destaca outros itens que merecem atenção como o fluido do reservatório da direção, vazamentos nas mangueiras de radiador e extintor de incêndio, que apesar de não ser obrigatório, é um item de utilidade.

Se a viagem é de moto, as recomendações são parecidas com as dos carros. É o que diz o supervisor de manutenção, Isaías Leite, que recomenda aos motociclistas atenção às recomendações no manual do fabricante “pra saber da vida útil das peças, inclusive o kit de transmissão” orienta. “Pneus, óleo, filtro, luzes, freios” tudo precisa ser devidamente revisado antes pegar a estrada.

Carro e moto verificados, falta a lembrança das regras de circulação como atenção redobrada e velocidade compatível com a segurança. Boa viagem!

Mobilidade urbana abre série sobre os desafios das cidades

O presidente da Associação Nacional dos Transportes Públicos, Ailton Brasiliense, defende novos valores para que as cidades sejam das pessoas e não dos carros.

TV Câmara

Imagem - Agência Câmara Notícias

Imagem – Agência Câmara Notícias

Um dos principais temas que serão discutidos pelos candidatos a prefeito na eleição de 2016 é a questão da mobilidade urbana, assunto da primeira entrevista da série sobre os desafios das cidades do Ponto de Vista. Como as pessoas transitam pelas ruas, qual o espaço para quem prefere as bicicletas e como tornar as cidades mais habitáveis, são algumas das questões tratadas pelo presidente da Associação Nacional dos Transportes Públicos, Ailton Brasiliense, na entrevista de Vania Alves. Ele defende novos valores para que as cidades sejam das pessoas e não dos carros e para que os dois possam conviver pacificamente. Segundo ele, existe uma filosofia equivocada de que a pessoa que anda de carro vale mais.

Veja a entrevista completa clicando AQUI.

4 da mesma família morrem no Anel Viário de Conquista, entre elas 1 bebê de 7 meses

Polícia acredita que vítimas, ainda sem identidades divulgadas, são de Minas Gerais.

Foto: Blitz Conquista

Foto: Blitz Conquista

O condutor de uma carreta carregada de cerveja, perdeu o controle da direção em uma das curvas da alça leste do Anel Viário de Vitória da Conquista por volta das 12h30 deste domingo (31), que capotou e teve a cabine esmagada. Dentro dela, quatro pessoas da mesma família, o casal e os dois filhos, um adolescente de 14 anos e um bebê de 7 meses. A polícia acredita que a família é de Minas Gerais. Os corpos, ainda sem identificação, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal.

O condutor de uma moto que passava pelo local, no momento do acidente, se assustou com o capotamento da carreta e caiu da moto, junto com o carona. Os dois tiveram ferimentos leves. Outra versão conta que a moto teria sido atingida e os ocupantes arremessados para fora da pista. Várias unidades da Via Bahia, Corpo de Bombeiros, SAMU e Polícia Rodoviária Federal realizaram o atendimento. Com informações do Blitz Conquista, Blog do Marcelo e Blog do Rodrigo Ferraz.

Conquista: Lista do Detran para Escola Pública de Trânsito causa confusão; entenda o caso

Quem foi considerado “apto” ainda deve passar por triagem, esclarece coordenadora da Eptran.

Blog Transitar (3)

Segundo Joíra Freitas (foto) os aptos devem procurar a Ciretran portando documentação.

Muita gente que tentou se inscrever para a Escola Pública de Trânsito do Detran-BA, no site do órgão na manhã de hoje, em Vitória da Conquista, acabou se decepcionando: é que minutos após iniciadas, as inscrições eram encerradas. A situação gerou inconformismo nas redes sociais e para piorar o Detran divulgou, horas depois, a lista dos aptos/inaptos o que só fez aumentar os questionamentos sobre os critérios utilizados no processo.

A confusão começou através do próprio comunicado do Detran sobre a abertura das inscrições. De acordo com o órgão seriam 500 vagas, quando na verdade o sistema aceitaria “apenas” 500 inscrições, para logo depois dar por encerrado o processo.

De acordo com a coordenadora do Núcleo da Eptran de Vitória da Conquista, Joíra Freitas, quem foi considerado apto ainda não está aprovado para o curso, “essas pessoas devem procurar a Ciretran levando os documentos necessários. A partir daí será realizada uma triagem que vai averiguar se as informações fornecidas na inscrição são verdadeiras”, caso o candidato não preencha algum requisito ele será eliminado. Já sobre os inaptos, a coordenadora esclarece que o próprio sistema eliminou inscrições que apresentavam alguma irregularidade.

A coordenadora diz que quem foi considerado apto já pode se dirigir à 4ª Ciretran levando histórico escolar (autenticado), carteira de trabalho, CPF, carteira de identidade e comprovante de residência.

Conquista: Cidade Verde e rodoviários discutem crise gerada por intervalo na jornada de trabalho

Para sindicato, Cidade Verde é desumana com funcionários. Já a empresa, diz que intervalos solicitados por motoristas e cobradores é “impraticável”.

Blog Transitar (3)

Imagem Ilustrativa

Os rodoviários da Viação Cidade Verde, concessionária do transporte coletivo urbano de Vitória da Conquista, estão insatisfeitos com a carga horária da companhia que disponibiliza escalas com intervalos que vão de 1 a 2 horas durante a jornada de trabalho. De acordo com o sindicato da categoria, seria possível fracionar os intervalos em 15 ou 20 minutos, o que não penalizaria os trabalhadores. Por sua vez a empresa responde que o fracionamento defendido pelos sindicalistas é impraticável para operação do sistema. Cerca de 170 trabalhadores estariam dispostos a abandonarem seus empregos.

Em recente entrevista à Rádio Clube FM, o presidente do Sintravc – Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região, Álvaro Souza, destacou que motoristas e cobradores da Cidade Verde passam por situação difícil, “a companhia colocou uma carga que o trabalhador não está suportando” disse, relatando que o problema não se repete com a outra operadora, a Viação Vitória.

“Infelizmente o Sintravc insiste em querer desconstruir a imagem da empresa e tenta de alguma maneira desestimular nossos colaboradores” respondeu o diretor da Cidade Verde, Sergio Hubner, também em entrevista à Rádio Clube. Ele explicou que  o problema do intervalo não começa com a Cidade Verde: Há uma ação civil pública contra as operadoras do sistema de transporte de Vitória da Conquista, antes da chegada da companhia. A empresa operava há dois meses na cidade, quando participou enquanto ouvinte de uma audiência na Justiça do Trabalho que discutia o intervalo. Era solicitado na ocasião que cobradores e motoristas tivessem um intervalo conforme o Art. 71 da CLT, que diz que os trabalhadores que atuam acima de 6 horas tem direito de um intervalo com no mínimo 1 e no máximo 2 horas.

:: LEIA MAIS »

Prefeitura de Conquista prepara novo regulamento para táxis

Mudanças vão colaborar com melhorias para a categoria e para a comunidade, diz taxista.

Blog Transitar

Discussões do projeto continuam, envolvendo Administração e categoria.

Atualmente Vitória da Conquista possui 365 permissionários para o serviço de transporte público individual por táxi, regulamentados por um decreto do ano de 2002. Com a necessidade de melhorias o Município iniciou uma discussão com a própria categoria, intencionando o aperfeiçoamento da prestação do serviço, inclusive novos alvarás para aumento da frota. “Precisávamos modernizar o regulamento e promovemos discussões com representantes dos sistemas de rádio táxis, com o sindicato e com profissionais avulsos” revelou o Secretário de Mobilidade Urbana Luís Alberto Sellmann, em entrevista ao Blog Transitar.

Segundo Sellmann, também titular da Secretaria de Infraestrutura Urbana, com a conclusão da minuta do novo regulamento, o projeto foi apresentado ao Conselho de Transportes, o que possibilitou que os debates sobre o tema continuassem. “Ainda serão feitos alguns ajustes juntamente com a Procuradoria Jurídica do Município, um novo encontro com a categoria e por fim, levar ao prefeito para que o decreto seja sancionado.” Para o secretário, o novo regulamento se trata de um instrumento importante “para cobrar e oferecer ao sistema condições de melhoria.”

Ele conta que a ideia é que em um período breve tenhamos na cidade inovações, como por exemplo, parte da frota adaptada para pessoas com deficiência física. “Já é um sistema considerado bom, mas precisa melhorar a cada dia” completa.

O taxista Valter Oliveira Freire, da direção do Sindicato dos Taxistas de Vitória da Conquista – SINCAVIR, enumera algumas conquistas da categoria com o novo regulamento como a carteira universal para motoristas auxiliares, o curso de especialização para condutores de táxis, a remuneração em carteira “e outras mudanças que vão colaborar não apenas para a categoria, mas para toda comunidade.”

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
janeiro 2017
D S T Q Q S S
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia