WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

:: ‘Notícias’

Você-fiscal: aplicativo permite “dedurar” infração de trânsito com foto e vídeo

Aplicativo permite denunciar infração cometida por outros condutores.

Foto: Albari Rosa | Gazeta do Povo

Foto: Albari Rosa | Gazeta do Povo

O aplicativo Capester, que permite a qualquer cidadão enviar “dedurar” infrações de trânsito aos órgãos fiscalizadores, é uma das apostas tecnológicas da prefeitura de Porto Alegre para tentar disciplinar os condutores. O app foi fundado pelo empreendedor israelense Ohad Maislish, e já opera em 11 cidades, em países como Israel, Colômbia e Polônia. Além da capital gaúcha, a empresa quer expandir suas atuações no Brasil e operar em São Paulo e no Rio de Janeiro, em breve.

Funciona assim: qualquer pessoa que tenha o aplicativo instalado pode subir vídeos ou fotos no sistema. Não há necessidade de registro e o envio é anônimo, para evitar temores de possíveis retaliações. O próprio app identifica se há, realmente, descumprimento de alguma norma de trânsito e se certifica de que o condutor e o automóvel estão registrados na cidade. O conteúdo então é encaminhado para a fiscalização da prefeitura.

“Primeiro, os vídeos passam por uma ferramenta de inteligência artificial que filtra tudo. Trabalhamos apenas com o material comprovadamente de denúncia”, explica o assessor técnico da Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) Augusto Langer, responsável pela implementação do Capester na cidade.

Se confirmada a infração, uma notificação é enviada ao motorista – mas sem multa, apenas em caráter educativo.

Funcionou com o corretor de imóveis Paulo Roberto Prange, que estacionou em local indevido. Ele foi flagrado, recebeu carta em casa e garante que não repetirá a conduta. “Se fosse uma multa, eu pagaria e esqueceria. Mas essa forma me tocou.” Em um mês, a EPTC recebeu em Porto Alegre quase 500 denúncias e enviou 86 cartas de notificação a motoristas infratores flagrados. As informações são da Gazeta do Povo.

Na Operação Tiradentes, PRF flagra aumento de 500% no uso de álcool

Conduzir alcoolizado é uma das condutas que mais comprometem a segurança viária, destaca o órgão.

Imagem: Divulgação - PRF

Imagem: Divulgação – PRF

A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta segunda-feira (25), o balanço da Operação Tiradentes realizada de quinta a domingo passado em todo o país.

Segundo a PRF houve aumento no uso do álcool, uma das condutas que mais comprometem a segurança viária, neste ano foram 3.607 testes e 75 resultados positivos, cinco vezes mais condutores conduzindo alcoolizados que no mesmo período de 2016, um aumento de 525%.

Já com relação às ultrapassagens em locais proibidos, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias, o crescimento foi de 18,82%. Os radares flagraram 1.935 veículos transitando em excesso de velocidade, aumento de 7,98%. No período, 7 pessoas foram feridas gravemente, comparando-se com o feriado de Tiradentes de 2016 houve uma redução de 58,8 %. Três pessoas morreram este ano, o que representou uma redução de 40% no número de mortos.

Outra ação preventiva com impacto diretamente relacionado com a redução de acidentes, em geral graves, é o recolhimento de animais soltos ou abandonados às margens das rodovias federais. Somente no período desta operação, a PRF recolheu 118 animais nas rodovias federais da Bahia. Fonte: Nucom/ PRE BA.

PRF realiza operação durante feriado de Tiradentes

Ação visa diminuir acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante e às ultrapassagens indevidas.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia iniciou à 0h de hoje (20) e finalizará às 23h59 de domingo (23) a Operação Tiradentes devido ao feriado desta sexta-feira (21).

Segundo a PRF, serão realizadas atividades para diminuir a incidência de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante e às ultrapassagens indevidas. A fiscalização a motocicletas, o uso do cinto de segurança e o transporte seguro de crianças também será intensificada.

A PRF alerta que a partir das 13h de quinta-feira, em alguns pontos espera-se o aumento do fluxo, tendência que deverá se manter até a noite, quando ocorrerá a maior concentração de veículos nas rodovias.

Os condutores envolvidos em acidentes sem vítimas nas rodovias federais podem registrar a ocorrência pela internet. A declaração eletrônica, que substitui o boletim elaborado pessoalmente é um serviço gratuito, reconhecido pelas seguradoras de veículos e por demais órgãos de trânsito.

Dicas para uma viagem segura

  1. Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e à noite;

  2. Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;

  3. Planeje a viagem, lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;

  4. Mantenha a atenção na rodovia;

  5. Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;

  6. Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;

  7. Aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.

Fonte: Nucon PRF BA.

Se for viajar neste neste feriado, lembre-se: “Minha escolha faz a diferença”

Viagens noturnas requerem do condutor do veículo atenção quanto a visibilidade e que esteja descansado.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Mais um feriado prolongado. Se deixou para viajar desta vez, não se esqueça que sua escolha faz a diferença, No trânsito, você pode escolher, ou não, usar o celular enquanto dirige, beber antes de pegar ao volante, não usar cinto de segurança, exceder o limite de velocidade estabelecido, o semáforo e demais sinalizações e, entre outros, a faixa de pedestres.

É importante saber, contudo, que, ao fazer a escolha errada você está sujeito a acidentes graves de trânsito, a perder a vida, a contrair invalidez permanente, a ferir-se gravemente. Mais que isso, você poderá tirar vidas, ferir gravemente ou causar invalidez nas pessoas que transporta em seu veículo ou nas outras com as quais compartilha as vias e as rodovias.

Se for viajar, é importante que o veículo esteja em perfeitas condições mecânicas, abastecido, com freios e faróis em dia, além de pneus e estepe calibrados e os equipamentos como macaco, chave de roda e triângulo de sinalização em boas condições.

No caso de a viagem ser à noite, para fugir dos costumeiros congestionamentos, saiba que este horário apresenta algumas desvantagens, como a baixa visibilidade, que é um fator de risco para acidentes, e menor segurança.  Lembre-se, ainda, que a visão periférica é reduzida durante a noite, assim como a capacidade de avaliar distâncias.

Viagens noturnas requerem ainda que o condutor do veículo esteja descansad0. Portanto, procure dormir bem antes de iniciar a viagem. . É aconselhável também conhecer bem o roteiro para ter ciência dos trechos que podem oferecer riscos e os que são seguros.

Se a viagem for longa, planeje as paradas que terá de fazer para descanso.. Nunca pare no acostamento. Não é seguro, e você ainda corre o risco de provocar um acidente. Em grande parte das rodovias brasileiras existem postos de combustíveis em distâncias regulares nos quais é possível estacionar o veículo, comer, tomar um café e descansar.  Há, ainda, os refúgios especialmente criados para paradas momentâneas, são mais seguros e pensados para este fim. Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Operação Semana Santa da PRF registrou aumento de infrações nas rodovias

Ultrapassagens em locais proibidos cresceram 72,49%, diz balanço.

Foto: Divulgação | PRE

Imagem Ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou durante a Operação Semana Santa 2017 um aumento acentuado nas condutas que mais comprometem a segurança viária, como o uso de álcool ao volante, as ultrapassagens proibidas e o excesso de velocidade. Em 2016, no período, foram submetidos 3.161 motoristas ao teste de etilômetro e 77 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito do álcool. Neste ano foram 4.749 testes e 92 resultados positivos, um aumento de 19,48%.

Já com relação às ultrapassagens em locais proibidos, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias segundo a PRF, o crescimento foi de 72,49%, ou seja, o número de motoristas flagrados com esse comportamento quase dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior. Os radares dispostos ao longo das rodovias flagraram 3.100 veículos transitando em excesso de velocidade, aumento de 30,3%.

Ocorrências

Fatores como a imprudência, a inabilidade, a falta de cuidado e o desrespeito às Leis de Trânsito foram determinantes para a ocorrência de 67 acidentes, 17 foram considerados graves, aqueles em que há pelo menos um ferido grave ou uma pessoa morta. No período, 9 pessoas morreram.

Infrações de trânsito

Apesar de todo o trabalho educativo, a PRF ainda flagrou e autuou diversos condutores irresponsáveis ou agindo com imprudência. Do total de 10.487 veículos fiscalizados, 11.472 pessoas foram abordadas, 3.100 imagens de radar capturadas por veículos em excesso de velocidade. Destacam-se ainda 1.154 por ultrapassagens proibidas, 280 por não usar cinto de segurança, 44 por transportar criança em veículo automotor sem observância das normas de segurança e 53 por conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor sem usar capacete de segurança.

Alcoolemia

Alguns condutores ainda abusaram da bebida. Este ano, durante a Operação Semana Santa, dos 4.749 testes com etilômetro, 92 condutores foram notificados por dirigirem alcoolizados, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Dos flagrados, nove condutores foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária por crime de embriaguez no trânsito. Fonte: Nucom/ PRF BA.

Pneus com pressão incorreta geram riscos à segurança

É fundamental sempre transitar com a calibragem recomendada pelo fabricante.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A pressão incorreta dos pneus – acima ou abaixo do recomendado, pode causar sérios riscos à segurança além de prejuízos financeiros.

Transitar com a calibragem menor resulta em maior consumo de combustível, excesso de calor gerado, desgaste acelerado no pneu e mais esforço do motor. Já a pressão em excesso causa desgaste acentuado no centro da rodagem, rachaduras na base dos sulcos, perda de estabilidade em curvas e maior riscos de estouros dos pneus.

Em dias de chuva, o perigo aumenta. A alteração na profundidade dos sulcos compromete o escoamento da água, aumentando assim o risco de aquaplanagem e da perda da direção. Por isso, também é importante verificar regularmente o indicador TWI do pneu, a fim de saber se a banda de rodagem já atingiu seu limite de desgaste.

Recomenda-se que o estepe esteja calibrado com até cinco libras a mais do que o normal. Afinal, o pneu reserva nem sempre é calibrado na mesma frequência dos demais. Assim, é fundamental sempre circular com a pressão apontada pelo fabricante. A calibragem deve ser efetuada preferencialmente de forma quinzenal e sempre antes de longas viagens. As informações são do GF Pneus.

Governo Municipal se reúne com agentes de trânsito

Durante o encontro, prefeito falou em valorização da categoria e projetos para tornar o trânsito mais ágil na cidade.

Foto: Secom | PMVC

Foto: Secom | PMVC

Acompanhado pelo secretário municipal de Serviços Públicos e Transporte, Esmeraldino Correia, pelo coordenador municipal de Trânsito, Ramon Campelo, e ainda pelo vereador Luís Carlos Dudé, o prefeito Herzem Gusmão se reuniu com representantes dos agentes de trânsito na tarde desta quarta-feira, 12, na Casa Memorial Governador Régis Pacheco. Foi o primeiro encontro entre a categoria e a atual gestão com a presença do prefeito.

“Vitória da Conquista precisa de vocês”, disse o prefeito aos agentes, mais de uma vez, afirmando que a valorização da categoria será uma das prioridades do Governo Municipal. “A partir do momento que a gente quer um trânsito melhor, nós precisamos do Simtrans. Valorizar o Simtrans, tão importante para a vida de todos nós”, garantiu.

Herzem Gusmão falou a respeito de futuras melhorias salariais e renovação, tanto dos uniformes quanto dos equipamentos e veículos utilizados pelos agentes de trânsito. Além disso, mencionou estudos que estão sendo desenvolvidos em busca de alternativas que tornem o trânsito mais ágil em Vitória da Conquista.

“Nós iremos implantar um projeto de trânsito e Conquista será autossuficiente e nós teremos recursos para equipar o nosso Simtrans”, afirmou. “Nós iremos colocar muitos radares para disciplinar o trânsito, porque muitas mortes ocorreram no ano passado”.

No entender do prefeito, a conversa foi positiva. “Senti que o entendimento foi muito bom. E nós precisamos e vamos continuar conversando”, declarou.

Falando em nome da categoria, o agente Francisco Carlos de Brito demonstrou compreensão semelhante. “Ele deixou a categoria bastante otimista com a proposta na questão de melhorar o desempenho do órgão para prestar um bom serviço à população”, disse Brito.

“Acredito que esta reunião deixou os agentes de trânsito bastante satisfeitos neste primeiro momento. Vamos esperar aí que dê tudo certo”, acrescentou o agente. Fonte: Secom | PMVC.

Conquista: ‘nó participativo’ pode crescer ao invés de diminuir; entenda

Tempo de espera no vermelho do semáforo aumenta e pode fazer crescer os congestionamentos na região.

Blog Transitar (1)

Tempo de espera para quem desce a Avenida João Pessoa aumentou 25 segundos.

Desatar o “nó participativo” é o objetivo das modificações da Prefeitura no cruzamento das Avenidas João Pessoa e Presidente Vargas, em Vitória da Conquista. Desde o mês passado o Governo faz intervenções na área que compreende ainda a Praça João Gonçalves e a Rua Odilon Correia.

Por “nó participativo”, foi como ficaram conhecidas as alterações de 2009, quando o local ganhou semáforo e a proibição de subir direto a Avenida João Pessoa, obrigando os condutores a contornarem um quarteirão pela Rua São Joaquim. Ainda hoje há reclamações pela “volta” e pelos congestionamentos que nos horários de pico chegam ao antigo Clube Social, na Praça Sá Barreto.

A modificação, que pretende dar fluidez ao trânsito da região, vai devolver aos condutores o direito de subir direto a Avenida João Pessoa, sem a necessidade do contorno.

Durante a tarde e início da noite de ontem, terça-feira (11), o Blog Transitar acompanhou os últimos ajustes do reordenamento e pôde constatar que o “tamanho do nó” pode aumentar, ao invés de diminuir.

A direita livre acaba na Rua Odilon Correia e os condutores devem ficar atentos à nova sinalização.

A direita livre acaba na Rua Odilon Correia e os condutores devem ficar atentos à nova sinalização. Equívocos no posicionamento dos veículos podem provocar collisões.

Entenda

O conjunto semafórico possuía um ciclo de 79 segundos. Com as intervenções, a soma dos tempos chega a 102 segundos. Por exemplo, o tempo de espera no vermelho para os veículos que descem a Avenida João Pessoa sobe de 41 segundos para 66 segundos, isso devido a inclusão de mais um “tempo” de 25 segundos no semáforo para os veículos que sobem a avenida e não vão mais fazer o contorno do quarteirão.

Nos horários de pico das 18h de ontem (11) e das 08h de hoje (12), o Blog acompanhou o crescimento do volume de veículos. Durante esta quarta-feira o Simtrans continua a sinalização na área.

Conquista: Estacionamento do Lomantão ganha pintura para provas práticas do Detran

Parceria é fruto de uma articulação entre CIRETRAN e Prefeitura.

Fotos: Lindenberg Tigre

Fotos: Lindenberg Tigre

Na sexta feira-feira (8), o Simtrans concluiu a sinalização do estacionamento do Lomantão. O local será utilizado para as provas práticas do Detran em Vitória da Conquista.

A área conta com um percurso prático para motocicleta e quatro balizas para carros.

Lindenberg Tigre (1)

Área conta com um percurso prático para motocicleta e quatro balizas para carros.

Os alunos poderão usufruir de toda a estrutura do estádio (água, banheiro, descanso). Com isso, os exames deixarão de ser realizados na região do Bosque da Paquera, em frente ao Parque de Exposições Teopompo de Almeida. A parceria é fruto de uma articulação entre CIRETRAN e Prefeitura. Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz.

Estado emocional alterado aumenta em quase dez vezes risco de colisões no trânsito

Pressa e congestionamentos amplificam sentimentos como raiva e irritação.

Exercitar a empatia é uma das recomendações para minimizar o estresse do trânsito (Imagem: Shutterstock)

Exercitar a empatia é uma das recomendações para minimizar o estresse do trânsito (Imagem: Shutterstock)

Motoristas, motociclistas, pedestres, passageiros e ciclistas estão no trânsito se deslocando para diferentes destinos e com objetivos igualmente diversos: retorno do trabalho, ida a um compromisso importante ou apenas a passeio. Porém, todos se deparam com situações estressantes, como sinfonia de buzinas, congestionamentos e desrespeito às leis de trânsito. Não raro, esse ambiente democrático torna-se hostil e se revela ideal para a troca de afrontas entre os usuários. Para que acidentes não agravem esse cenário, manter a paciência e a calma são determinantes. Conforme estudo inédito do Instituto de Transportes da Virginia Tech, associadas à direção, raiva, agitação e tristeza aumentam em quase dez vezes os riscos de colisões. Para entender em que momento dirigir passou a ser encarado como um ato estressante, a Perkons ouviu alguns especialistas.

Antropólogo e professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Bernardo Conde enxerga o trânsito brasileiro como um retrato de traços culturais específicos, como a hipervalorização da emoção. “As pessoas manifestam suas vontades individuais também em espaços públicos, como o trânsito, onde o esperado é se agir com a razão. Por isso sorrimos ao pedir vez a outro motorista, pois assim, demonstramos emoção. Da mesma forma, agimos emocionalmente quando ao invés de nos planejarmos para sair uma hora antes para percorrer determinado trecho, saímos com atraso de 30 minutos e a mesma expectativa. O resultado é a frustração e, por consequência, o estresse”, elucida. Segundo ele, as oscilações de humor também respingam nas interações entre os usuários, que, em sua maioria, se tratam com distanciamento. “Somos um povo muito cordial e solidário com o que nos comove, mas não com os desconhecidos, como é o caso do motorista ao lado”, completa.

:: LEIA MAIS »

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia