WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

louro magalhaes

:: ‘Vídeos’

Profissionais falam sobre as principais barbeiragens no trânsito

Auto Esporte

Imagem: Reprodução | Auto Esporte

Imagem: Reprodução | Auto Esporte

Deixar o carro estacionado na esquina prejudica outros motoristas, que precisam invadir a contramão. Falta de atenção, esquecer de sinalizar as intenções com as setas. Utilizar corretamente os espelhos retrovisores diminui o ponto cego e evita a barbeiragem. Assista ao vídeo:

Estudos apontam que 90% dos acidentes ocorrem por desatenção do motorista e desrespeito às leis de trânsito. E o telefone celular contribui bastante para uma direção desatenta e perigosa: são 5 segundos que se perde para desviar o olhar e ler uma mensagem, a 80km/h o carro terá percorrido o equivalente a um campo de futebol, sem que o motorista veja o que acontece a sua frente. São 5 segundos que aumentam em 400% as chances de um acidente. Assista ao vídeo:

Acidentes em rodovias da Bahia diminuem em 2016, mas cresce o índice de mortes

Na BR 116 o número de mortes em acidentes aumentou 16%, já nas estradas estaduais da Região Sudoeste chegou a 50%.

TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

As Polícias Rodoviárias Federal e Estadual divulgaram um balanço do ano de 2016. O número de acidentes diminuiu, mas e de autuações e de morte aumentou.

O ano de 2016 terminou com uma redução no número de acidentes nas estadas estaduais da Bahia, foram 1682 acidentes a menos em relação ao ano de 2015, uma redução de 25%.

De acordo com o levantamento da Secretaria de Infraestrutura do Estado, 81,4% dos acidentes são causados por excesso de velocidade, desobediência a sinalização, ultrapassagem em local proibido e o consumo de bebida alcoólica.

A redução no número de acidentes nas estradas estaduais que cortam a Região Sudoeste foi de 6%, mas o que impressiona é o número de acidentes: foram 79 em 2016, um aumento de 52% em relação a 2015. ” O que a gente pode observar é que a fiscalização aumentou consideravelmente, os acidentes diminuíram  de um aforma geral mas, os acidentes com vítimas fatais houve um crescimento de 50%” observa o Cap. PM Orlins.

Na BR 116 o número de mortes em acidentes aumentou 16%, foram 57 em 2016. Para a Policial Rodoviária Federal Darline Chagas as principais causas são a imprudência e o excesso de velocidade.  “Infelizmente a gente pode observar através de pesquisas que os acidentes mais graves ocorrem justamente onde a pista está mais tranquila, com boas condições de tráfego”. Assista a matéria:

Agenda Positiva – Postura ao Dirigir

É importante saber que quando se dirige um veículo, a postura correta é importante para garantir a segurança.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Manter a melhor postura em todas as atividades que se exerce, todos sabem, é fundamental para a saúde. Mas é importante saber também que, quando se dirige um veículo, a postura correta é igualmente importante para garantir a segurança, já que permite ao condutor uma reação mais rápida em qualquer imprevisto e, ainda, a manter o controle do veículo.

Para evitar os incômodos das dores na coluna, em especial aos que passam longas horas ao volante, e também para a segurança, é indispensável aos condutores que alguns conselhos sejam seguidos.

O primeiro deles é: sente-se em posição confortável, com as pernas ligeiramente flexionadas e a coluna totalmente em contato com o encosto. Lembre-se: a perna esquerda esticada deve acionar até o final o pedal da embreagem. Para dirigir na postura correta, fique atento à altura do volante, já que as pernas não podem ficar muito próximas a ele. É importante que o volante seja regulado numa posição que permita ao condutor enxergar todo o painel do veículo.

Assim como as pernas, o posicionamento e movimentação correta dos braços e das mãos contribuem para uma boa postura ao dirigir. Desse modo, o cotovelo deve ficar levemente flexionado quando o condutor segura o volante. E para a melhor posição das mãos, imagine um ponteiro de relógio no volante e posicione-as como se fosse 10h10.

Para a proteção do pescoço, o encosto de cabeça é indispensável, já que evita uma movimentação exagerada tanto do pescoço quanto da cabeça na eventualidade de uma colisão traseira e, consequentemente, lesões na coluna cervical. Aconselha-se que a altura do encosto esteja regulada no centro posterior da cabeça ou até 3 centímetros acima.

A regulagem dos espelhos retrovisores influencia também a boa postura dos condutores. O retrovisor interno deve estar bem centralizado e visualizar todo ambiente da parte de trás do carro. O ajuste deve ocorrer somente após a regulagem do banco do motorista e ele deve estar acertado de modo que não haja necessidade de mover a cabeça para enxergá-lo, apenas de desviar o olhar.

Clique AQUI e faça o download gratuito das peças publicitárias.

Assista ao vídeo: 

Fonte: OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Conquista: alta velocidade e celular são as maiores causas de acidentes na Luís Eduardo

Fiscalização na avenida é insuficiente. Coordenador de trânsito diz que seria necessário equipamentos de radar.

TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

Uma das avenidas mais importantes e movimentadas de Vitória da Conquista, a Avenida Luís Eduardo Magalhães é também o local em que são registrados muitos acidentes.

De acordo o Simtrans são registrados em média sete acidentes sem vítimas por mês na avenida, nesses casos a maior causa é o uso do celular. A Polícia Militar não tem o número de acidentes com vítimas mas, quando acontece o excesso de velocidade é o motivo das ocorrências.

No dia 12 de outubro, Alexandre Pereira Vargem, o DJ Tatu, sofreu um acidente em um trecho da LEM. Segundo a PM ele conduzia em alta velocidade, quando perdeu o controle e se chocou contra um poste. Ele foi arremedado a oito metros de distância e faleceu 17 dias depois.

A fiscalização na avenida é insuficiente. O coordenador de trânsito de Vitória da Conquista, Jarmes Brito, admite que seria necessário equipamentos de radar para coibir o excesso de velocidade na avenida, “não só aqui mas em outros pontos da cidade, os veículos por meio dos condutores, trafegam em velocidade acima da média e então o radar será uma solução importante. Já deveriam ter sido colocados desde antes e por questões administrativas não foram colocados” disse. Assista a matéria:

Agenda Positiva – Ponto Cego

OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Vez por outra quando está dirigindo, mesmo com toda a atenção e tomando todo o cuidado, você se surpreende quando um veículo que não havia visto passa por seu veículo, e a pergunta é inevitável: de onde veio esse carro, (moto ou bicicleta)? Isso se deve ao ponto cego de seu veículo que está, também, presente em qualquer outro.

Simplificando, ponto cego são áreas em que o motorista fica sem a visibilidade em torno do veículo. São tão importantes quando se trata de evitar acidentes de trânsito que o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária – ONSV orientará sobre o tema em sua participação no 29 º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que acontecerá de 10 a 20 de novembro, no Expo São Paulo, na Capital.

Algumas atitudes bastante simples, porém capazes de salvar vidas, podem minimizar essas áreas de risco. Uma delas é o ajuste dos retrovisores. Sente-se corretamente no banco com os pés alcançando os pedais e com os joelhos semiflexionados, com as costas eretas e com os punhos alcançando o volante e, então, ajuste o retrovisor interno de modo a que seja possível visualizar através dele a maior parte do vidro traseiro.

Depois disso, alinhe os retrovisores externos de maneira a que através dele consiga enxergar mais a via do que do próprio carro, e o ajuste até que seu próprio veículo saia de seu campo de visão.

Essas atitudes vão colaborar para a redução do ponto cego, mas, na maioria das vezes é impossível eliminá-lo completamente. Por isso, é importante sinalizar sempre que for mudar de faixa, por exemplo. Também sempre olhe mais de uma vez para certificar de que não haverá outro veículo, ou mesmo um pedestre.

No trânsito, os motociclistas devem redobrar a atenção para evitar acidentes cujas causas estão relacionadas aos pontos cegos. Ao trafegar na lateral de um veículo, o motociclista deve tentar enxergar a imagem do motorista no retrovisor. Este é o melhor indicador de que não está na área do ponto cego.

Se cada um fizer a sua parte, teremos um trânsito mais seguro.

Assista ao vídeo:

Arlindo quer priorizar segurança do pedestre e transporte coletivo

Candidato defende diminuição do custo social do transporte particular.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Arlindo Rebouças, candidato a prefeito de Vitória da Conquista pelo PSDB, conversou com o Blog Transitar sobre suas propostas para o trânsito e transporte.

Segundo Rebouças, seu governo priorizaria a segurança e conforto dos pedestres, a fiscalização eletrônica de velocidade nas principais avenidas da cidade, além de políticas públicas que valorizem a diminuição do custo social do transporte particular através do transporte por ônibus. Assista o vídeo:

#perigosamente no trânsito

É você só pensando em você quando está com pressa.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Dirigir com pressa é um perigo para você e para todos no trânsito. Pense nisso e assista ao episódio PRESSA da campanha #perigosamente do Detran-PR.

Animações evidenciam o espaço ocupado pelo carro

Agora, entre o carro e qualquer outro meio de transporte, adivinhe quem sai perdendo?

Diferença de espaço entre carros (com lotação na capacidade máxima) e pedestres (Reprodução: PVT Group)

Diferença de espaço entre carros (com lotação na capacidade máxima) e pedestres (Reprodução: PVT Group)

São muitas as comparações que evidenciam o espaço ocupado pelo carro. Como a finalidade de veículos privados é a locomoção, eles podem ser comparados com tudo que nos auxilia nesse processo de deslocamento – pernas inclusas.

Agora, entre o carro e qualquer outro meio de transporte, adivinhe quem sai perdendo?

Animando a comparação 

Reprodução/PVT Group

Reprodução: PVT Group

Como parte de um projeto que pretende amenizar os engarrafamentos e criar oportunidades para o transporte ativo, uma empresa de planejamento e engenharia de tráfego, a PVT Group, elaborou algumas animações comparativas. A primeira, abaixo, mostra 200 pessoas se movendo em diferentes modais, incluindo carro, ônibus, bondes, bicicleta e caminhada – com foco no tempo em que demoram para cruzar a linha de chegada. Quem você acha que ganha? Veja:

Os carros perdem. E com bastante diferença. Demoram mais de quatro minutos para cruzarem a linha. Os primeiros colocados são os ônibus e os bondes que “não à toa são chamados transportes de massa”, como bem realçou o texto do FastCoExist.

O segundo vídeo repete o processo, mas esse é o único deles que não leva em conta a média de passageiros que cada um desses transporta normalmente. Com os veículos ocupados em sua máxima capacidade, o número de carros de 133 para 40. No entanto, mesmo com a lotação máxima, a diferença de espaço permanece enorme.

Por fim, o PTV Group elaborou uma animação com base em quanto espaço seria necessário para que todos cruzassem a linha ao mesmo tempo. O vídeo abaixo mostra que carros precisam de oito pistas para acompanhar os bondes, por exemplo.

Fonte: The City Fix Brasil.

Pesquisa mostra que 51,8% dos motoristas usam celular no trânsito

Mil e trezentas pessoas foram ouvidas pelo Brasil.
Estudo mostra o perigo que correm motoristas, passageiros e pedestres.

Imagem: Reprodução | G1

Imagem: Reprodução | G1

Pesquisa com motoristas brasileiros mostra o perigo que passageiros, pedestres e outros motoristas estão correndo por causa da mistura de celular e direção. Especialistas fizeram testes e dizem que usar celular por apenas cinco segundos, em uma velocidade baixa, de 60km/h, é o mesmo que percorrer 83 metros às cegas.

Apesar do perigo, pesquisa da concessionária Arteris, que ouviu 1,3 mil pessoas pelo país, mostrou que 51,8% dos entrevistados usa o celular nas estradas e cidades brasileiras e 69,8% dos entrevistados consideram o trânsito no Brasil perigoso. Mesmo assim, 88% dos motoristas não se acham imprudentes.

A pesquisa mostra que 60,5% dos entrevistados afirmaram que respeitam as leis de trânsito. Mesmo assim, 30% desse grupo admitem ter levado uma multa nos últimos 12 meses. A conclusão da pesquisa revela, portanto, que é preciso um trabalho de conscientização do motorista para mudar o comportamento.

“Ele coloca a outro usuário o acidente e esquece que quando ele pega no celular, ele está correndo um sério risco, que muitas vezes não ocorre por sorte, mas que fatalmente pode acontecer numa distração e numa situação em que ele deveria ter mais cuidado”, alerta Odílio Ferreira, diretor da Arteris.

Em novembro, a multa para dirigir usando celular vai mudar de categoria e passar de média para gravíssima. O valor vai passar de R$ 85,13 para R$ 293,47, aumento de 245%. Assista a matéria:

Fonte: G1.

Câmera de segurança flagra tombo de motociclista na Avenida Pará

Moto se chocou em carro estacionado, para logo depois o homem se desequilibrar e cair.

Blog Transitar (3)

Conduzir exige atenção e compromisso com a segurança.

Uma câmera de segurança flagrou o tombo de um motociclista na noite de domingo (28), na Avenida Pará, Bairro Ibirapuera, na Zona Oeste de Vitória da Conquista.

As imagens mostram a moto se chocando contra um carro que estava estacionado, para logo depois o homem se desequilibrar e cair. Ele teria se negado a receber atendimento do Samu e após o registro da ocorrência, feita pelos agentes de trânsito do Simtrans, foi pra casa com ajuda de amigos. Assista:

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
janeiro 2017
D S T Q Q S S
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia