WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

:: ‘Bahia’

Agentes de trânsito recebem qualificação em Bom Jesus da lapa na BA

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

 A cidade de Bom Jesus da Lapa, na Bahia, é um dos maiores polos do turismo religioso do Nordeste, com cerca de 1,5 milhão de visitantes por ano.

Com o objetivo de oferecer mais segurança e organização o trânsito da cidade, a equipe de agentes de trânsito do município recebeu treinamento teórico e prático com a Legislação de Trânsito e outras matérias afins da área. “Eles vão atuar na fiscalização fazendo cumprir as regras e vão atuar também na forma educativa com palestras nas escolas e blitz educativas” destacou o especialista em Mobilidade Urbana Tiago Barros. Assista ao vídeo:

Carnaval nas estradas federais da Bahia foi mais violento que ano anterior, diz PRF

Aumentou os flagrantes de embriaguez e ultrapassagem em local proibido.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal registrou na Bahia um aumento acentuado nas condutas que mais comprometem a segurança viária durante a Operação Carnaval 2017.

Em 2016, a Operação Carnaval submeteu 4420 motoristas ao teste de etilômetro e flagrou 165 condutores dirigindo sob efeito do álcool. Neste ano foram 6889 testes e 171 resultados positivos, aumento de 3,63%. Já com relação às ultrapassagens em locais proibidas, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias, o crescimento foi de 81,95%, ou seja, o número de motoristas flagrados com esse comportamento quase dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior. Com relação à velocidade, os radares dispostos ao longo das rodovias flagraram 25809 veículos transitando em excesso de velocidade, sendo 5834 imagens capturadas pelos radares estáticos, operados pelo policial, e 19975 pelos equipamentos fixos instalados nas BRs 324 e 116.

Nos seis dias de Operação, foram identificados 161 veículos cujas irregularidades comprometiam a segurança do trânsito. Por essa razão, foram retirados de circulação e enviados para os pátios para que os seus proprietários providenciem a regularização. No último Carnaval foram 79 veículos nessas condições.

Apesar dos esforços da fiscalização, a Operação Carnaval 2017 registrou 95 acidentes nas rodovias federais da Bahia. Destes, 23 foram considerados graves, aqueles em que há pelo menos um ferido grave ou uma pessoa morta. No período, 14 pessoas morreram, sendo os óbitos distribuídos em nove acidentes.

Embora o número total de vítimas fatais tenha crescido, a análise dos números do ano passado revela uma redução de 18,18% na quantidade de acidentes em que houve morte, o que aponta para uma maior letalidade nas ocorrências de 2017. Em 2016, foram 13 mortes distribuídas em 11 acidentes; neste ano, 14 em nove.

Associada ao trabalho de fiscalização, a PRF dedicou uma parcela dos policiais envolvidos na operação para a educação para o trânsito. Com o auxílio do ônibus multimissão, os policias apresentaram aos condutores que eram submetidos à fiscalização vídeos educativos de curta duração com orientações sobre a importância da adoção de uma postura defensiva no trânsito. A quantidade de pessoas sensibilizadas pelas ações de educação para o trânsito saiu de 4830 em 2016 para 5495 neste ano. Fonte: Nucom/ PRF-BA.

Operação Carnaval da PRF começa na próxima sexta

Foco da fiscalização continua sendo nas condutas responsáveis por elevados índices de morte nas rodovias federais.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Visando garantir segurança, conforto e fluidez a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza de zero hora de sexta-feira (24) a meia noite de quarta-feira (1) a Operação Carnaval 2017. A ação, de acordo o órgão, é uma série de esforços concentrados no policiamento ostensivo preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, de acordo com as estatísticas.

Durante o período do feriado, o foco da PRF continua sendo nas condutas responsáveis por elevados índices de letalidade nos acidentes. Por isso, além da embriaguez ao volante, os esforços de fiscalização estarão voltados para o excesso de velocidade, as ultrapassagens proibidas, infrações com motocicletas, uso do cinto de segurança e transporte seguro de crianças. Neste esquema especial, a fiscalização de embriaguez nas rodovias federais acontecerá a qualquer momento e durante qualquer abordagem.

A PRF-BA contará, além do efetivo local, com o reforço de policiais do Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe, Alagoas, Distrito federal e Tocantins. Além dos recursos humanos, haverá a chegada de viaturas (carros, caminhonetes e motocicletas) e de um helicóptero. Os reforços serão empregados na BR 324, área metropolitana de Salvador; na região de Feira de Santana, onde se encontram as BRs 101, 324, 116 e 242; e nas BRs 101 e 367, em Eunápolis e Porto Seguro. Fonte: Nucom/ PRF-BA.

Agentes de Trânsito salvam motorista de sequestro na Bahia

Situação de perigo faz refletir as situações de risco que agentes de trânsito são expostos por todo país.

Foto: Blog do Sigi Vilares

Foto: Blog do Sigi Vilares

Na madrugada deste sábado (18), pouco depois da meia noite, um caminhoneiro foi vítima de um sequestro relâmpago enquanto dormia na cabine de uma carreta LS P630 Scania no pátio do posto Imperador, às margens da BR 020, na saída para Brasília, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, Região Oeste da Bahia.

De acordo o Blog do Sigi Vilares, o assaltante que dirigia a carreta, possivelmente por não conhecer a cidade, saiu da BR 020 e adentrou no trecho duplicado da BR 242 pela contra mão o que chamou a atenção de agentes da SUTRANS que estavam em uma das pistas aguardando a remoção de uma carreta de milho que havia tombada na tarde de ontem.

“Quando vimos a carreta trafegando em alta velocidade pela contramão da rodovia, pensamos que se tratava de um motorista que havia entrado na via errado. Afim de orientar o motorista saimos com a viatura com o giroflex ligado para poder evitar um acidente e conduzi-lo até a saída da cidade”, contou um agente.

Quando os bandidos viram a viatura da SUTRANS pensaram que era a polícia e aceleraram ainda mais a carreta. “Já depois da TOPVEL, alcançamos a carreta. Os assaltantes pensando que nós éramos a polícia abandonaram a carreta ainda em movimento e fugiram em direção ao Jardim das Acácias. A carreta foi parando aos poucos quando nos surpreendemos com o motorista se levantando do banco de trás da cabine. Ele estava com a cabeça coberta por um lençol e com as mãos amarradas. Ele estava em estado de choque”, revelou outro agente.  O motorista agradeceu a Deus pelo livramento. “Sou grato primeiramente a Deus e aos agentes de trânsito. Não sei o que teria acontecido comigo nas mãos desses bandidos”.

Policiais da CIPE/Cerrado foram acionados e deslocaram até o local onde deram apoio ao caminhoneiro e realizaram rondas pelas imediações afim de prender os bandidos, porém sem sucesso. Eles conseguiram fugir após receberem apoio de um veículo sedan de características não anotadas. O caso foi registrado na delegacia de polícia de LEM.

Armamento – O secretário municipal de segurança, Daniel Alvarez, esteve na delegacia de polícia para elogiar o trabalho feito pela SUTRANS. Em conversa com nossa reportagem ele revelou o desejo de também armar os agentes de trânsito. “Quando um agente aborda um veículo ele não sabe que está ali dentro. Se é um cidadão ou um bandido. Hoje mesmo eles correram um risco muito grande de vida. Capacitar e armar o agente de trânsito para que em situação extrema ele possa pelo menos se defender”, disse o secretário. Fonte: Blog do Sigi Vilares.

ENTREVISTA – Inspetor Ramon Fernandes, da PRF, fala sobre Operação Carnaval

Trecho de Vitória da Conquista será equipado com radares portáteis, etilômetros e equipes extras.

Inspetor detalha ações da PRF em Vitória da Conquista (Foto: Celino Souza Agência Bahia On Line)

Inspetor detalha ações da PRF em Conquista (Foto: Celino Souza Agência Bahia On Line)

Em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, os trabalhos ocorrerão ao longo da BR-116, no trecho compreendido entre o município de Manoel Vitorino, sudoeste do estado, até a divisa da Bahia com Minas Gerais. A ordem de serviço já foi expedida pela Coordenação Nacional de Operações. Em entrevista ao Blog Ibahia, o inspetor Ramon Fernandes, detalhou este evento e destacou outras ações, assim como as distinções outorgadas pela Superintendência do órgão à Delegacia 10/08 da PRF.

“Estamos equipando o trecho com radares portáteis, etilômetros, equipes extras e esperamos fazer um bom Carnaval”, pontuou o inspetor, destacando que o serviço ao longo do trecho é rotineiro, independentemente das operações sazonais.

“Conquista é uma entrada do Sudeste do País e, em nosso caso, Sudeste e Nordeste são as principais rotas para o tráfico e temos a felicidade de interromper essas viagens que tanto lesariam o seu destino”, observou.

A implantação de radares fixos em parte do trecho, em dezembro do ano passado, também contribuiu no reforço da segurança na rodovia. “Temos visto diminuir bastante os acidentes por excesso de velocidade. Somente em nosso trecho tivemos, em um mês, mais de 7 mil imagens capturadas”.

Por conta desse trabalho intenso, a Delegacia 10/08 recebe distinções da Superintendência da PRF, como a contemplação por redução de acidentes, redução da letalidade, pelo serviço de combate ao crime e, notadamente, pelo combate ao tráfico de drogas, recuperação de veículos roubados e mandados de prisão executados.

As campanhas institucionais sazonais, também com o engajamento da PRF, além de contribuir em prol da preservação da vida, aproximam ainda mais o órgão da comunidade onde ele está inserido e os que trafegam, de passagem, pelas estradas da região.

Uma delas é a Rodovida, cuja finalidade é diminuir as mortes no trânsito. Ela é proveniente de uma recomendação da ONU, sigla para Organizações das Nações Unidas. “A ONU lançou a década mundial de redução de acidentes, que vai de 2010 a 2020 e temos como missão reduzir em 50% o número de acidentes”.

A Operação Rodovida contempla Natal, Réveillon e Carnaval. A primeira etapa ocorreu de 16 de dezembro a 31 de janeiro e a segunda começa a partir do dia 17 deste mês, que compreende o Carnaval, até 5 de março. “Além disso, temos operações de rotina, como “Divino”, “Festival de Inverno”, “São João”, “Semana Nacional de Trânsito” (de 18 a 25 de setembro); “Independência” e “Proclamação da República”.

 “Pra gente é uma honra estar dentro de uma gestão regional, que contempla toda a Bahia e que vem se destacando. Dentro dessa gestão de destaque, Conquista se sobressai graças aos excelentes serviços dos seus policiais”, concluiu.

Nove mil motoristas autuados na Bahia por transporte irregular de passageiros

Santo Antônio de Jesus e Itabuna registram os maiores índices. Salvador aparece em terceiro lugar.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Para assegurar o transporte de passageiros em toda a Bahia, e coibir a circulação de veículos não vistoriados, a Agerba realizou durante o ano de 2016 diversas operações para combater o transporte irregular. Foram emitidas 9.417 autuações a motoristas que descumpriram a lei que proíbe transporte de pessoas comercialmente, sem as licenças necessárias. As operações contam com o apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária da PM (BPRv) ou da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo levantamento realizado por técnicos da Diretoria de Fiscalização (DFIS), o maior número de ocorrências acontece nos polos da região de Santo Antônio de Jesus, com 4.250 autuações, e Itabuna, com 3.263. Salvador fica em terceiro lugar com 768 notificações. “Em 2017 vamos intensificar ainda mais as operações e realizar ações educativas. O nosso objetivo é garantir que o transporte de passageiros pelas estradas baianas seja seguro”, afirma o diretor-executivo da Agerba, Eduardo Pessôa.

A DFIS realiza operações constantes para que os passageiros optem sempre pelo transporte regular. Segundo Anderson Matos, diretor de fiscalização, os veículos que realizam transporte irregular não são vistoriados ou licenciados. “Outro problema é que  os motoristas, normalmente, não tem permissão para a prática da profissão”, afirma. Doze pólos da Agerba contam com fiscais habilitados para identificar a prática do transporte irregular. Denúncias podem ser realizadas na ouvidoria da agência reguladora através do telefone 0800 071 0800 ou por e-mail agerba.ouvidoria@agerba.ba.gov.br. As informações são da Assessoria de Comunicação.

Balanço da PRF indica diminuição de acidentes nas rodovias da BA

Colisões frontais chamam a atenção em virtude da letalidade, diz relatório.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal divulgou um balanço sobre os acidentes registrados nas rodovias federais da Bahia em 2016. No total, a PRF registrou 5424 acidentes, onde  5039 pessoas ficaram feridas e 611 morreram, o que representa reduções de  22,8%, 7,21% e 3,1% respectivamente em comparação a 2015.

Acidentes Graves

Entre as ocorrências do ano passado, as colisões frontais chamam a atenção em virtude da letalidade. Em números gerais, esse tipo de acidente é o nono que mais ocorre nas rodovias federais do estado, mas quando é levada em consideração a gravidade, pula para a primeira posição. Em 294 registros, foram 239 vítimas fatais e ainda 289 feridos graves. A quantidade e a gravidade das colisões frontais justificam o tratamento mais gravoso dispensado às infrações de ultrapassagem pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e os comandos de fiscalização específica desenvolvidos pela PRF para coibir essa prática.

Em segundo lugar entre os acidentes mais graves estão as colisões laterais, aquelas em que os veículos colidem de maneira perpendicular, geralmente em interseções de vias e cruzamentos. Esse tipo de acidente vitimou 63 pessoas e deixou outras 201 feridas com gravidade.

Colisão traseira, com 133 registros; saída de pista, com 128 e atropelamento de pessoa, com 127, completam a lista de acidentes mais graves. Eles levaram a óbito 46, 65 e 66 pessoas respectivamente, deixando ainda 129, 140 e 77 feridos gravemente.

Fiscalização

Foram mais de 515 mil veículos fiscalizados nas rodovias federais da Bahia, sendo que quase 145 mil condutores foram submetidos ao teste do etilômetro. Desses, 1586 foram autuados por dirigirem sob efeito do álcool. As infrações que geram mais risco tiveram atenção especial da PRF, que direciona os recursos humanos e materiais para combater as práticas mais nocivas no trânsito. Motociclistas sem capacete foram 1985, pessoa sem cinto de segurança, 16724. O excesso de velocidade e a ultrapassagem indevida, duas condutas extremamente perigosas, foram punidas diariamente pelas equipes distribuídas pelos quatro cantos do estado. 34683 veículos foram autuados efetuando manobras de ultrapassagem de maneira irregular, e outros 55421 foram flagrados em velocidade acima da permitida para a via.

Educação para o trânsito

Na PRF, a fiscalização e a eventual autuação caminham ao lado da conscientização. Projetos pioneiros como o Cinema Rodoviário e o Festival Estudantil Temático de Trânsito (FETRAN) sensibilizaram 161 068 pessoas sobre a importância da adoção de um comportamento mais prudente no trânsito. O Cinema Rodoviário tem como público principal motoristas profissionais e experientes e o FETRAN alcança crianças em idade escolar, o que permite a difusão das orientações entre os atuais e futuros condutores. Fonte: NUCOM PRF/ BA.

Acidentes em rodovias da Bahia diminuem em 2016, mas cresce o índice de mortes

Na BR 116 o número de mortes em acidentes aumentou 16%, já nas estradas estaduais da Região Sudoeste chegou a 50%.

TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

As Polícias Rodoviárias Federal e Estadual divulgaram um balanço do ano de 2016. O número de acidentes diminuiu, mas e de autuações e de morte aumentou.

O ano de 2016 terminou com uma redução no número de acidentes nas estadas estaduais da Bahia, foram 1682 acidentes a menos em relação ao ano de 2015, uma redução de 25%.

De acordo com o levantamento da Secretaria de Infraestrutura do Estado, 81,4% dos acidentes são causados por excesso de velocidade, desobediência a sinalização, ultrapassagem em local proibido e o consumo de bebida alcoólica.

A redução no número de acidentes nas estradas estaduais que cortam a Região Sudoeste foi de 6%, mas o que impressiona é o número de acidentes: foram 79 em 2016, um aumento de 52% em relação a 2015. ” O que a gente pode observar é que a fiscalização aumentou consideravelmente, os acidentes diminuíram  de um aforma geral mas, os acidentes com vítimas fatais houve um crescimento de 50%” observa o Cap. PM Orlins.

Na BR 116 o número de mortes em acidentes aumentou 16%, foram 57 em 2016. Para a Policial Rodoviária Federal Darline Chagas as principais causas são a imprudência e o excesso de velocidade.  “Infelizmente a gente pode observar através de pesquisas que os acidentes mais graves ocorrem justamente onde a pista está mais tranquila, com boas condições de tráfego”. Assista a matéria:

Carteira de habilitação fica mais cara; Veja os novos valores das taxas do Detran BA

Reajuste passou vigorar na segunda-feira (02).

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

As taxas dos serviços cobrados pelo Detran/Bahia já estão mais caras. Os novos valores sofreram reajustes em torno de 7% desde segunda-feira (02). Confira:

1ª Habilitação: de R$ 158 para R$ 168

Renovação: de R$ 132 para R$ 141

Adição de categoria: de R$ 132 para R$ 141

Licenciamento: de R$ 105 para R$ 112

Emplacamento: de R$ 194 para R$ 207

Vistoria: de R$ 88,30 para R$ 94,20

Transferência: R$ 161 para R$ 171

2ª Via da Habilitação: de R$ 82 para R$ 87,50

Desalienação: R$ 46,35 para R$ 49,45

Reboque: de R$ 287 para R$ 306

DPVAT mais barato

Já o seguro obrigatório DPVAT ficará 37% mais barato em 2017. Os proprietários de automóveis pagarão R$ 63,69 e não mais R$ 101,10. Já para os donos de motocicletas o valor caiu de R$ 286,75 para  R$ 180,65.

Acidentes nas estradas baianas tem redução de 25% em 2016

Imprudência ainda é a maior causa das ocorrências, segundo o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual.

Foto: Ulgo Oliveira | Ascom Seinfra

Foto: Ulgo Oliveira | Ascom Seinfra

O ano de 2016 terminou com uma boa notícia para quem trafega nas estradas baianas. Houve uma redução de aproximadamente 25% no número de acidentes registrados, em comparação com os dois últimos anos. O levantamento feito pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), responsável por reunir e disponibilizar os dados de trânsito, identificou uma redução de 1.682 ocorrências.

Pelo terceiro ano consecutivo a imprudência lidera o ranking das estatísticas. Em 2016 foi o que causou 81,4% dos acidentes nas rodovias estaduais. “Entre as infrações mais cometidas estão: excesso de velocidade, desobediência à sinalização, ultrapassagens em locais proibidos e ingestão de álcool. Problemas nas estradas respondem a 3,9% das ocorrências”, pontua o diretor de Operação e Tráfego da Superintendência de Infraestrutura de Transporte (SIT), Anselmo Calixto.

Segundo o capitão Jorge Lopes, do Batalhão de Policia Rodoviária da Polícia Militar da Bahia, o condutor ainda não pratica a direção preventiva. “O motorista aproveita a estrada para testar a velocidade do veículo. Mesmo com as campanhas educativas, eles ainda não se sensibilizaram para as práticas que causam acidentes de trânsito”, explica o especialista.

As vias com maior índice de acidentes são as da região Sul, Extremo Sul e Litoral Norte, locais que dão acesso às praias. De janeiro de 2014 até dezembro de 2016, o ranking foi liderado pela BA-099 (Estrada do Coco) com 12,7% dos casos, seguida pela BA-001, que corta o litoral sul da Bahia, com 8,8%, e em terceiro lugar a BA-522, região do Recôncavo, com 4,8% dos registros.

Redução de mortes nas estradas

Ainda de acordo com o levantamento realizado pela Seinfra, 79% das multas emitidas em 2016 foram por excesso de velocidade. Já em 2015 a maior causa da aplicação de multas (6.305) foi a falta de documentação dos condutores. A ampliação na fiscalização das estradas também colabora para a redução do índice de acidentes.

Em setembro de 2016 foi assinado um Termo de Cooperação Técnica, onde a Seinfra e entidades governamentais se comprometeram a reduzir em pelo menos 30% do índice de mortes nas estradas baianas até 2020. A Seinfra tem investido na melhoria da pavimentação e sinalização das rodovias, além de ampliar a fiscalização e ações educativas no Estado.

A Seinfra é responsável por 18.754 quilômetros de estradas estaduais e tem o papel de construir, realizar manutenções e fiscalizar 308 rodovias baianas. As BR’s que cortam a Bahia são de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). As BR’s 116 e 324 estão sob concessão da Via Bahia, incluído também a BA-526 (Base naval de Aratu – Simões Filho). Fonte: Ascom | Seinfra.

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia