WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

:: ‘PRF’

Carnaval nas estradas federais da Bahia foi mais violento que ano anterior, diz PRF

Aumentou os flagrantes de embriaguez e ultrapassagem em local proibido.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal registrou na Bahia um aumento acentuado nas condutas que mais comprometem a segurança viária durante a Operação Carnaval 2017.

Em 2016, a Operação Carnaval submeteu 4420 motoristas ao teste de etilômetro e flagrou 165 condutores dirigindo sob efeito do álcool. Neste ano foram 6889 testes e 171 resultados positivos, aumento de 3,63%. Já com relação às ultrapassagens em locais proibidas, manobras responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias, o crescimento foi de 81,95%, ou seja, o número de motoristas flagrados com esse comportamento quase dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior. Com relação à velocidade, os radares dispostos ao longo das rodovias flagraram 25809 veículos transitando em excesso de velocidade, sendo 5834 imagens capturadas pelos radares estáticos, operados pelo policial, e 19975 pelos equipamentos fixos instalados nas BRs 324 e 116.

Nos seis dias de Operação, foram identificados 161 veículos cujas irregularidades comprometiam a segurança do trânsito. Por essa razão, foram retirados de circulação e enviados para os pátios para que os seus proprietários providenciem a regularização. No último Carnaval foram 79 veículos nessas condições.

Apesar dos esforços da fiscalização, a Operação Carnaval 2017 registrou 95 acidentes nas rodovias federais da Bahia. Destes, 23 foram considerados graves, aqueles em que há pelo menos um ferido grave ou uma pessoa morta. No período, 14 pessoas morreram, sendo os óbitos distribuídos em nove acidentes.

Embora o número total de vítimas fatais tenha crescido, a análise dos números do ano passado revela uma redução de 18,18% na quantidade de acidentes em que houve morte, o que aponta para uma maior letalidade nas ocorrências de 2017. Em 2016, foram 13 mortes distribuídas em 11 acidentes; neste ano, 14 em nove.

Associada ao trabalho de fiscalização, a PRF dedicou uma parcela dos policiais envolvidos na operação para a educação para o trânsito. Com o auxílio do ônibus multimissão, os policias apresentaram aos condutores que eram submetidos à fiscalização vídeos educativos de curta duração com orientações sobre a importância da adoção de uma postura defensiva no trânsito. A quantidade de pessoas sensibilizadas pelas ações de educação para o trânsito saiu de 4830 em 2016 para 5495 neste ano. Fonte: Nucom/ PRF-BA.

Operação Carnaval da PRF começa na próxima sexta

Foco da fiscalização continua sendo nas condutas responsáveis por elevados índices de morte nas rodovias federais.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Visando garantir segurança, conforto e fluidez a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza de zero hora de sexta-feira (24) a meia noite de quarta-feira (1) a Operação Carnaval 2017. A ação, de acordo o órgão, é uma série de esforços concentrados no policiamento ostensivo preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, de acordo com as estatísticas.

Durante o período do feriado, o foco da PRF continua sendo nas condutas responsáveis por elevados índices de letalidade nos acidentes. Por isso, além da embriaguez ao volante, os esforços de fiscalização estarão voltados para o excesso de velocidade, as ultrapassagens proibidas, infrações com motocicletas, uso do cinto de segurança e transporte seguro de crianças. Neste esquema especial, a fiscalização de embriaguez nas rodovias federais acontecerá a qualquer momento e durante qualquer abordagem.

A PRF-BA contará, além do efetivo local, com o reforço de policiais do Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe, Alagoas, Distrito federal e Tocantins. Além dos recursos humanos, haverá a chegada de viaturas (carros, caminhonetes e motocicletas) e de um helicóptero. Os reforços serão empregados na BR 324, área metropolitana de Salvador; na região de Feira de Santana, onde se encontram as BRs 101, 324, 116 e 242; e nas BRs 101 e 367, em Eunápolis e Porto Seguro. Fonte: Nucom/ PRF-BA.

ENTREVISTA – Inspetor Ramon Fernandes, da PRF, fala sobre Operação Carnaval

Trecho de Vitória da Conquista será equipado com radares portáteis, etilômetros e equipes extras.

Inspetor detalha ações da PRF em Vitória da Conquista (Foto: Celino Souza Agência Bahia On Line)

Inspetor detalha ações da PRF em Conquista (Foto: Celino Souza Agência Bahia On Line)

Em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, os trabalhos ocorrerão ao longo da BR-116, no trecho compreendido entre o município de Manoel Vitorino, sudoeste do estado, até a divisa da Bahia com Minas Gerais. A ordem de serviço já foi expedida pela Coordenação Nacional de Operações. Em entrevista ao Blog Ibahia, o inspetor Ramon Fernandes, detalhou este evento e destacou outras ações, assim como as distinções outorgadas pela Superintendência do órgão à Delegacia 10/08 da PRF.

“Estamos equipando o trecho com radares portáteis, etilômetros, equipes extras e esperamos fazer um bom Carnaval”, pontuou o inspetor, destacando que o serviço ao longo do trecho é rotineiro, independentemente das operações sazonais.

“Conquista é uma entrada do Sudeste do País e, em nosso caso, Sudeste e Nordeste são as principais rotas para o tráfico e temos a felicidade de interromper essas viagens que tanto lesariam o seu destino”, observou.

A implantação de radares fixos em parte do trecho, em dezembro do ano passado, também contribuiu no reforço da segurança na rodovia. “Temos visto diminuir bastante os acidentes por excesso de velocidade. Somente em nosso trecho tivemos, em um mês, mais de 7 mil imagens capturadas”.

Por conta desse trabalho intenso, a Delegacia 10/08 recebe distinções da Superintendência da PRF, como a contemplação por redução de acidentes, redução da letalidade, pelo serviço de combate ao crime e, notadamente, pelo combate ao tráfico de drogas, recuperação de veículos roubados e mandados de prisão executados.

As campanhas institucionais sazonais, também com o engajamento da PRF, além de contribuir em prol da preservação da vida, aproximam ainda mais o órgão da comunidade onde ele está inserido e os que trafegam, de passagem, pelas estradas da região.

Uma delas é a Rodovida, cuja finalidade é diminuir as mortes no trânsito. Ela é proveniente de uma recomendação da ONU, sigla para Organizações das Nações Unidas. “A ONU lançou a década mundial de redução de acidentes, que vai de 2010 a 2020 e temos como missão reduzir em 50% o número de acidentes”.

A Operação Rodovida contempla Natal, Réveillon e Carnaval. A primeira etapa ocorreu de 16 de dezembro a 31 de janeiro e a segunda começa a partir do dia 17 deste mês, que compreende o Carnaval, até 5 de março. “Além disso, temos operações de rotina, como “Divino”, “Festival de Inverno”, “São João”, “Semana Nacional de Trânsito” (de 18 a 25 de setembro); “Independência” e “Proclamação da República”.

 “Pra gente é uma honra estar dentro de uma gestão regional, que contempla toda a Bahia e que vem se destacando. Dentro dessa gestão de destaque, Conquista se sobressai graças aos excelentes serviços dos seus policiais”, concluiu.

Balanço da PRF indica diminuição de acidentes nas rodovias da BA

Colisões frontais chamam a atenção em virtude da letalidade, diz relatório.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal divulgou um balanço sobre os acidentes registrados nas rodovias federais da Bahia em 2016. No total, a PRF registrou 5424 acidentes, onde  5039 pessoas ficaram feridas e 611 morreram, o que representa reduções de  22,8%, 7,21% e 3,1% respectivamente em comparação a 2015.

Acidentes Graves

Entre as ocorrências do ano passado, as colisões frontais chamam a atenção em virtude da letalidade. Em números gerais, esse tipo de acidente é o nono que mais ocorre nas rodovias federais do estado, mas quando é levada em consideração a gravidade, pula para a primeira posição. Em 294 registros, foram 239 vítimas fatais e ainda 289 feridos graves. A quantidade e a gravidade das colisões frontais justificam o tratamento mais gravoso dispensado às infrações de ultrapassagem pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e os comandos de fiscalização específica desenvolvidos pela PRF para coibir essa prática.

Em segundo lugar entre os acidentes mais graves estão as colisões laterais, aquelas em que os veículos colidem de maneira perpendicular, geralmente em interseções de vias e cruzamentos. Esse tipo de acidente vitimou 63 pessoas e deixou outras 201 feridas com gravidade.

Colisão traseira, com 133 registros; saída de pista, com 128 e atropelamento de pessoa, com 127, completam a lista de acidentes mais graves. Eles levaram a óbito 46, 65 e 66 pessoas respectivamente, deixando ainda 129, 140 e 77 feridos gravemente.

Fiscalização

Foram mais de 515 mil veículos fiscalizados nas rodovias federais da Bahia, sendo que quase 145 mil condutores foram submetidos ao teste do etilômetro. Desses, 1586 foram autuados por dirigirem sob efeito do álcool. As infrações que geram mais risco tiveram atenção especial da PRF, que direciona os recursos humanos e materiais para combater as práticas mais nocivas no trânsito. Motociclistas sem capacete foram 1985, pessoa sem cinto de segurança, 16724. O excesso de velocidade e a ultrapassagem indevida, duas condutas extremamente perigosas, foram punidas diariamente pelas equipes distribuídas pelos quatro cantos do estado. 34683 veículos foram autuados efetuando manobras de ultrapassagem de maneira irregular, e outros 55421 foram flagrados em velocidade acima da permitida para a via.

Educação para o trânsito

Na PRF, a fiscalização e a eventual autuação caminham ao lado da conscientização. Projetos pioneiros como o Cinema Rodoviário e o Festival Estudantil Temático de Trânsito (FETRAN) sensibilizaram 161 068 pessoas sobre a importância da adoção de um comportamento mais prudente no trânsito. O Cinema Rodoviário tem como público principal motoristas profissionais e experientes e o FETRAN alcança crianças em idade escolar, o que permite a difusão das orientações entre os atuais e futuros condutores. Fonte: NUCOM PRF/ BA.

Acidentes em rodovias da Bahia diminuem em 2016, mas cresce o índice de mortes

Na BR 116 o número de mortes em acidentes aumentou 16%, já nas estradas estaduais da Região Sudoeste chegou a 50%.

TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

Imagem: Reprodução | TV Sudoeste

As Polícias Rodoviárias Federal e Estadual divulgaram um balanço do ano de 2016. O número de acidentes diminuiu, mas e de autuações e de morte aumentou.

O ano de 2016 terminou com uma redução no número de acidentes nas estadas estaduais da Bahia, foram 1682 acidentes a menos em relação ao ano de 2015, uma redução de 25%.

De acordo com o levantamento da Secretaria de Infraestrutura do Estado, 81,4% dos acidentes são causados por excesso de velocidade, desobediência a sinalização, ultrapassagem em local proibido e o consumo de bebida alcoólica.

A redução no número de acidentes nas estradas estaduais que cortam a Região Sudoeste foi de 6%, mas o que impressiona é o número de acidentes: foram 79 em 2016, um aumento de 52% em relação a 2015. ” O que a gente pode observar é que a fiscalização aumentou consideravelmente, os acidentes diminuíram  de um aforma geral mas, os acidentes com vítimas fatais houve um crescimento de 50%” observa o Cap. PM Orlins.

Na BR 116 o número de mortes em acidentes aumentou 16%, foram 57 em 2016. Para a Policial Rodoviária Federal Darline Chagas as principais causas são a imprudência e o excesso de velocidade.  “Infelizmente a gente pode observar através de pesquisas que os acidentes mais graves ocorrem justamente onde a pista está mais tranquila, com boas condições de tráfego”. Assista a matéria:

Conquista: Radares começam a funcionar a partir de amanhã; limite é de 40 km/h

Alta velocidade, segundo a PRF, é a segunda maior causa de incidentes nas BRs da BA.

Imagem Ilustrativa | Blog do Rodrigo Ferraz

Imagem Ilustrativa | Blog do Rodrigo Ferraz

Começam a funcionar a partir da meia-noite desta sexta-feira (23) os radares instalados na BR-116, trecho de Vitória da Conquista, conforme comunicado divulgado oficialmente pela Polícia Rodoviária Federal e Via Bahia, concessionária que administra a rodovia.

Nos trechos em que estiverem os equipamentos, nas regiões do Atacadão e viaduto de acesso ao distrito industrial,o limite de velocidade é de 40 km/h.

Segundo a PRF, o objetivo dos radares é proporcionar segurança nas rodovias, realizando o controle eletrônico de velocidade para coibir o excesso, já que essa conduta é a segunda maior causa presumível identificada pelo agente em acidentes nas rodovias federais da Bahia, ficando atrás apenas da falta de atenção. Por isso, o órgão recomenda que, independentemente da presença de radares nas rodovias, os condutores respeitem a sinalização e os limites de velocidade específicos para cada trecho.

Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz e NUCOM/ PRF.

Motorista de ambulância se envolve em incidente e cai no bafômetro

Homem foi apresentado na delegacia em Vitória da Conquista, autuado em flagrante e liberado após pagar fiança.

Foto: Blitz Conquista

Foto: Blitz Conquista

Felizmente não havia paciente na ambulância da cidade mineira de Divisa Alegre, que se envolveu em um acidente na BR 116, municio de Encruzilhada, na noite de sábado (17).

Após a ambulância colidir no fundo de outro veículo, a Polícia Rodoviária Federal, como é de praxe, realizou o teste de alcoolemia nos condutores dos veículos envolvidos. Quando Paulo Ribeiro dos Santos, motorista da ambulância, soprou o aparelho, foi constatado teor alcoólico bem acima do tolerado.

Além de ser multado, Paulo foi apresentado na delegacia em Vitória da Conquista e autuado em flagrante, sendo liberado após pagar fiança.

Agora ele terá que se explicar a prefeitura de Divisa Alegre e a justiça o que estava fazendo com a ambulância sem estar de serviço, alcoolizado e em outro Estado.

Fonte: Blitz Conquista.

Animais na pista é a 2ª maior causa de acidentes

Saiba o que fazer para evitar incidentes.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Acidentes envolvendo veículos e animais ocupam o segundo lugar no ranking das principais ocorrências de trânsito nas estradas estaduais, de acordo com relatório do Sistema de Estatística de Acidentes de Trânsito (Sider). De janeiro a outubro deste ano, a Superintendência de Infraestrutura de Transportes (Seinfra-SIT) contabilizou 426 acidentes nas estradas da Bahia. Este tipo de ocorrência perde apenas para aquelas provocadas por falta de atenção. Desse total, cerca de 28 vítimas tiveram ferimentos graves e nove vieram a óbito. O número de acidentes em 2016 já se aproxima do contabilizado no ano passado, quando foram registradas 525 ocorrências.

O perigo se repete nas estradas federais que cortam a Bahia. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de janeiro a setembro de 2016, foram registrados 158 acidentes envolvendo animais que vagavam pelas rodovias. As vias federais do norte do estado, segundo a PRF, são as que mais oferecem risco aos motoristas por causa da grande quantidade de animais, como jumentos, que têm baixo valor comercial e que, na maioria das vezes, já nasceram na via pública e nunca foram propriedade de ninguém.

:: LEIA MAIS »

PRF orienta sobre minerreforma no Código de Trânsito

Alterações entram em vigor no próximo dia 01 de novembro.

Imagem: Divulgação | PRF

Imagem: Divulgação | PRF

A minirreforma do Código de Trânsito Brasileiro entra em vigor no próximo dia 01 de novembro, com o início da vigência da Lei 13.281 e a Polícia Rodoviária Federal orienta os condutores sobre as principais mudanças como alteração de velocidade nas rodovias, alteração no valor das multas, prazo de suspensão do direito de dirigir, desconto de 40% para quem optar por notificação eletrônica das infrações e não apresentar recurso ou defesa e celular.

A velocidade máxima permitida nas rodovias, onde não há sinalização

Em rodovias de pista dupla:

  1. 110 km/h para automóveis, camionetas e motocicletas;

  2. 90 km/h para os demais veículos.

Em rodovias de pista simples:

  1. 100 km/h para automóveis, camionetas e motocicletas;

  2. 90 km/h para os demais veículos.

Os valores das multas também foram alterados. O último ajuste foi feito em 2002

  1. Leve: R$ 88,38;

  2. Média: R$ 130,16;

  3. Grave: R$ 195,23;

  4. Gravíssima: R$ 293,47.

As infrações gravíssimas podem ter o valor da multa multiplicado 2, 3, 5, 10, 20 e 60 vezes. 

Notificação eletrônica

O proprietário de veículo autuado que optar por Sistema de Notificação Eletrônica e não apresentar defesa prévia, nem recurso, reconhecendo o cometimento da infração, poderá efetuar o pagamento de 60% da multa.

Suspensão do Direito de Dirigir

Os períodos de suspensão do direito de dirigir também foram alterados.  Em caso de atingir o limite de 20 pontos em um ano, a suspensão será de 6 meses a 1 ano. Se reincidente será de 8 meses a 2 anos. Ainda, quando há previsão de suspensão no dispositivo infracional sem delimitar o período, este será de 2 meses a 8 meses e se reincidente de 8 meses a 18 meses. Aquelas infrações que já trazem no artigo o período da penalidade, como no caso de dirigir sob influência de álcool, permanecem sem alterações.

Crimes de trânsito

Relacionado aos crimes de trânsito, houve alteração quando da conversão da pena em restritiva de direitos nos casos de homicídio culposo praticado na direção de veículo e inovar artificiosamente em caso de acidente o estado de lugar, a fim de induzir a erro o policial, perito ou juiz.

A lei determina que a pena seja cumprida com a prestação de serviços a comunidade apoiando equipes de resgate, pronto-socorro, hospitais, clínicas recuperação, todos relacionados a vítimas de acidente de trânsito.

Celular

Utilizar o telefone celular é atualmente infração média e passará a gravíssima, contemplando o simples manuseio do aparelho como ler ou enviar mensagens.

Com informações do Diário RS.

Semana Nacional de Trânsito em Jequié leva palestras e teatro às escolas

Eu sou + 1 por um trânsito + seguro.

Agentes de trânsito palestram em escola.

Agentes de trânsito e GM palestram em escola.

Um passeio ciclístico e diversas ações sociais marcaram a abertura da Semana Nacional de Trânsito na cidade de Jequié, Região Sudoeste da Bahia, neste domingo (18).

Durante a semana, seguem atividades como palestras e teatro nas escolas da rede pública. A iniciativa quer lançar alertas sobre a segurança no trânsito além de levar informações construtivas ao público infanto juvenil.

Ação conta com diversas parceiras.

Ação conta com diversas parceiras.

A SNT de Jequié é uma parceria entre Sumtran (órgão de trânsito do município), Sesc, Polícia Militar, PRF e Guarda Municipal.

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia