WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ultimas noticias
ultimas noticias

link conquista

:: ‘Transporte Coletivo’

Carros levam 30% dos passageiros, mas respondem por 73% das emissões em SP

Preferência pelos carros particulares têm impacto não somente no trânsito da cidade, mas também sobre a qualidade do ar e o aquecimento do planeta.

Foto: Oswaldo Corneti

Foto: Oswaldo Corneti

A preferência dos paulistanos pelos carros particulares têm impacto não somente no trânsito da cidade, mas também sobre a qualidade do ar e o aquecimento do planeta. Análise inédita sobre a contribuição de cada modo de transporte de passageiros nas emissões de poluentes revela que os carros são responsáveis por 72,6% das emissões de gases de efeito estufa do setor, apesar de transportarem cerca de 30% dos passageiros. Valores semelhantes ocorrem para outros gases poluentes, que fazem mal à saúde.

O levantamento, que faz parte do Inventário de Emissões Atmosféricas do Transporte Rodoviário de Passageiros no Município de São Paulomostra o impacto da escolha pelos carros em vários indicadores. Um deles é o de distância percorrida. O total de carros e o total de ônibus transportam volume parecido de pessoas na cidade (cerca de 30% contra 40%), segundo Pesquisa Origem e Destino. Mas, conforme os cálculos do Iema, os carros ocupam 88% do espaço das vias, ante somente 3% usados pelos ônibus.

“É bastante chocante quando se juntam todos esses números. Temos mais de 70% das emissões de gases estufa para transportar 1/3 dos passageiros, ocupando quase 90% do território da cidade”, resume o pesquisador David Tsai. “É uma ineficiência tanto pelo uso do espaço público quanto pelo consumo de energia”, diz.

Outra forma de ver isso é pela quantidade de gases de efeito estufa que é emitida por uma pessoa por quilômetros percorridos em cada modal. Andando sozinho de carro, o passageiro vai emitir 65,8 gramas de gás carbônico-equivalente (CO2-e) por quilômetro, quase quatro vezes mais do que faria se estivesse em um ônibus com outras pessoas (17 gramas). Leia a matéria completa do Mobilize.

CORREDOR COLETIVO (um pacto com o sucesso?)

Por ACésarVeiga*

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Sou otimista, e tenho o costume de pensar a “longo prazo”. 
(é que nasci impregnado de futuro) 

Qualquer ato que tenha como objetivo a “coletividade” não deveria jamais conhecer o prematuro repúdio do cidadão.
(uma lástima a sociedade ainda mostrar-se em descompasso neste quesito)

Sabemos que o bem social coletivo será em qualquer momento,
superior a manifestação da fácil crítica, e posto isto, deve inserir-se onde à razão reside. 
(pretexto pelo qual sou preventivo quanto aos denominados “racionais julgamentos”)

A opinião pública inicialmente repudiou o procedimento que debutou como o primeiro corredor coletivo em novembro de 2013 na cidade de Porto Alegre/RS – o da Avenida Cavalhada.
Após, alcançou continuidade no final de 2016 onde foram disponibilizados mais dois outros corredores – o da Avenida Assis Brasil e da Icaraí-Chuí.
 
O horário de funcionamento dos corredores, pelo menos até este momento, não é de tempo integral.
(funcionam durante a manhã das 06 horas às 09 horas, e igualmente à tarde e à noite, entre 16 horas e 20 horas) 
 
OBS 01: o objetivo pretende beneficiar mais de 113 mil passageiros do transporte coletivo da capital gaúcha. 

Um detalhe: 
– Nestes horários a pista não é exclusiva aos ônibus.
(lotações e bicicletas também podem utilizá-lo mostrando o quanto é difícil – mas não impossível -, o convívio viário)
 
Carros, táxis e outros veículos motorizados devem trafegar fora dos corredores de ônibus, rodando somente nas faixas do centro e à esquerda.
Podem acessar o corredor prioritário sempre que forem realizar uma conversão à direita, bem como se o destino for acessar algum estabelecimento comercial ou particular, localizado próximo à nova faixa prioritária.
(carros e táxis não podem, em hipótese alguma, permanecerem parados ou estacionados no corredor)

:: LEIA MAIS »

Transporte individual motorizado é o tema do “Nós do Trânsito” da semana

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Somos um país que prioriza o uso do transporte individual motorizado, em detrimento do transporte coletivo e pagamos bem caro por isso.

Este que é um dos maiores nós do nosso complicado trânsito foi o tema do papo do Doutor em História Rodrigo Santos e do Especialista em Trânsito Celso Alves Mariano nesta 41ª edição do NÓS DO TRÂNSITO.

Toda segunda-feira, no Youtube, uma nova edição do programa Nós do Trânsito trará assuntos atuais e temas polêmicos com um tom extrovertido, transformando assuntos, às vezes muito complexos, em uma conversa agradável, de fácil entendimento e altamente educativa. Assista:

Fonte: Portal do Trânsito.

É proibido passar pelas rotatórias da Avenida Lauro de Freitas?

A movimentação de veículos particulares no terminal é uma das grandes dificuldades do sistema de transporte de Conquista.

Blog Transitar (6)

A sinalização proíbe apenas a circulação pelas plataformas dos ônibus.

De vez em quando alguém pergunta: é proibido circular pelas rotatórias da Avenida Lauro de Freitas? A resposta é NÃO.

A sinalização indica proibição para adentrar à plataforma dos ônibus. Desde que não se vá para aquela área, exclusiva, não há nenhuma infração.

A grande movimentação de veículos particulares no terminal de ônibus é uma das grandes dificuldades do sistema de transporte coletivo de Vitória da Conquista. No projeto recentemente divulgado pela Prefeitura, as plataformas seriam mais largas o que diminuiria o espaço dos carros e motos.

Colabore!

Colabore!

Cada condutor, enquanto o novo terminal e infraestrutura naquela proximidade não chegam, pode contribuir de modo importante buscando rotas alternativas principalmente nos horários de pico. É função do poder público possibilitar, via estudo e implementação, as rotas alternativas no Centro da cidade.

A combalida agenda da Viação Vitória

Ultimamente, ao que parece, a Vitória não vem dispensando gentilezas.

Coletivo da Vitória sendo socorrido pela Cidade Verde.

Coletivo da Vitória sendo socorrido pela Cidade Verde.

Vacilante, a Vitória segue prestando seus serviços em Conquista. Na última semana, um dos coletivos da companhia quebrou na Avenida Luís Eduardo Magalhães e os usuários foram “socorridos” por um ônibus da Cidade Verde. Detalhe: como os passageiros já haviam pago suas tarifas, o “socorro”, para a Cidade Verde, ficou de graça. Uma gentileza afinal o usuário não poderia pagar duas vezes.

Uma hora e nada da manutenção da companhia chegar.

Uma hora e nada da manutenção da companhia chegar.

Já na manhã de hoje (1º), um outro carro da companhia teve problemas próximo ao CAIC. A reportagem esperou por mais de uma hora e nada da manutenção chegar.

Conquista: vanzeiros usam chinelo, brigam entre eles e querem colocar passageiros “um no colo do outro”, dizem usuários

Projeto, que inicialmente ganhou simpatia de boa parte da população, começa ser questionado pelos próprios usuários.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Ouvintes do Blitz Conquista no Ar ligaram para a Rádio Brasil e ao vivo reclamaram dos problemas envolvendo as vans. Pelo menos três participantes reclamaram que os condutores das vans ou “transporte alternativo” – como denomina o executivo municipal, dirigem os veículos de chinelo, brigam entre si por causa dos horários e muitos superlotam os carros.

“Eles querem colocar passageiros um no colo do outro”, denuncia o ouvinte.

Também, veículos de passeio realizariam transporte clandestino, afirma outro reclamante.

Veja a participação dos ouvintes.

Em plena campanha eleitoral, o post Sobre a proposta de regularizar o transporte de passageiros por vans em Vitória da Conquista sinalizou para os aspectos técnicos, legais e operacionais necessários à implementação da proposta.

Com informações do Blitz Conquista.

Usuário cobra qualidade no transporte coletivo e diz que veículos de uma das empresas não têm selo de vistoria

Aproveite e relembre Os 7 pecados da Viação Vitória.

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Ouvinte do Blitz Conquista no Ar ligou para Rádio Brasil e ao vivo reclamou da má qualidade do serviço prestado por uma das empresas do transporte coletivo da cidade. Segundo o reclamante, “todos os ônibus da outra empresa, da Cidade Verde, tem um selo de vistoria, que foi vistoriado, e a Viação Vitória não tem nenhum selo de vistoria”.

Ao ser questionado sobre a ideia de pintar os ônibus das duas empresas da mesma cor, o ouvinte diz: … aí é que vai virar uma bagunça…”.

“Sendo assim, pintando da mesma cor, vai querer, na minha opinião, como usuário do transporte coletivo, maquiar uma empresa que deveria sair da cidade a muito tempo”, afirmou o ouvinte.

Em setembro de 2015, o Blog Transitar já denunciava o descaso da operadora listando Os 7 pecados da Viação Vitória. Desde então, o post tornou-se uma referência quando o assunto é o transporte coletivo em Vitória da Conquista.

Com informações do Blitz Conquista.

Conquista: Passageiros vão pagar metade do valor da passagem aos domingos e feriados

Reunião marcou o início das negociações para a definição do novo valor da tarifa do transporte coletivo urbano.

Foto: PMVC

Foto: PMVC

A Administração Municipal se reuniu com os representantes das empresas de ônibus de Vitória da Conquista no fim da tarde desta segunda-feira (23). O encontro marcou o início das negociações para a definição do novo valor da tarifa do transporte coletivo urbano, além de tratar de  questões importantes sobre a melhoria do transporte público.

As empresas apresentaram ao Governo as planilhas de custo do transporte coletivo e falaram sobre a necessidade do reajuste para manter o equilíbrio financeiro do contrato. Os valores apresentados serão analisados e comparados com os dados coletados pela equipe técnica da Administração Municipal, que propõe uma recomposição tarifária justa, que atenda à necessidade das empresas de ônibus e respeite o orçamento dos milhares de usuários do transporte público urbano.

O que já ficou definido durante a reunião com os representantes das empresas, é que os usuários do transporte público terão desconto tarifário. “Nos domingos e feriados o usuário pagará metade do valor”, disse o prefeito Herzem Gusmão.

O benefício da meia-passagem aos domingos e feriados vale para todos os usuários do serviço e vai representar uma economia importante com transporte para as famílias. O desconto na tarifa não muda para os estudantes, que já pagam meia.

Durante a reunião também foram discutidos temas como a modernização do terminal da avenida Lauro de Freitas e outras medidas que visam a melhoria da mobilidade de veículos e pedestres na área do terminal.

Os representantes das empresas, que desde novembro do ano passado tentam um acordo sobre o valor da tarifa com a Administração Municipal, avaliaram de forma positiva o encontro com a atual gestão. “Encontro muito bom, excelente, a gente está compondo esse canal com a Prefeitura pra que a gente possa melhorar o transporte coletivo, falou o diretor da Viação Vitória, Claudio Vinicius de Andrade.

“Em tão pouco tempo de gestão, o prefeito Herzem já ter recebido a gente, juntamente com o secretariado, estamos animados, disse o diretor da Cidade Verde, Sérgio Hubner.

A previsão do Governo é de que, após a análise minuciosa dos custos das empresas, o novo valor da tarifa de ônibus seja anunciado ainda esta semana.  Já o desconto tarifário, começará a valer a partir do próximo domingo (29).

Contrato com a Viação Vitória pode ser cancelado; empresa tem 30 dias para se defender

Blog do Rodrigo Ferraz

Foto: Blog do Rodrigo Ferraz

Foto: Blog do Rodrigo Ferraz

O prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes, notificou a empresa Viação Vitória, que opera no transporte coletivo da cidade, informando que o contrato de concessão com o poder público municipal será cancelado.

A informação foi confirmada pelo secretário municipal de mobilidade urbana, Luis Alberto Sellmann, durante encontro com a imprensa na manhã de ontem (quinta-feira).

Segundo o chefe da pasta, a solicitação foi feita em virtude da empresa não honrar com alguns pontos do edital de licitação, dentre eles o pagamento da outorga. “Somente uma parcela foi paga”, disse Sellmann.

Ainda de acordo com o secretário, a empresa tem um prazo máximo de 30 dias para apresentar defesa, ou seja, o ‘abacaxi’ vai cair nas mãos do futuro prefeito, Herzem Gusmão (PMDB).

O Blog Transitar destacou, em setembro de 2015, no post Os 7 Pecados da Viação Vitória, a situação claudicante da operadora.

TAXISTA…Será mesmo um profissional do trânsito?

Por ACésarVeiga*

Divulgação

Divulgação

Parece completamente equivocada a ideia que determinados “motoristas de táxi” ostentam sobre “autoconhecimento” e também da verdadeira “importância” que simbolizam para a mobilidade urbana.

Percebemos que nem todos os heróis usam capas…

…e que alguns, classificados como “bons condutores de táxi”,

de forma apropriada sabem exercitar a responsabilidade coletiva quando solicitados.

(E agindo assim originam certa ponta de esperança em nós usuários)

A ironia

é que tanto aqueles motoristas “cumpridores do seu dever”,

quanto os “que não o cumprem” – e que prosseguem no caminho do desrespeito,

TODOS…

…passam a ser completamente desqualificados pela população.

(Uma contradança entre “imoralidade” e “ética”, que passa a ser amadurecida no mesmo tempo e na mesma estufa)

É como se estivéssemos olhando em volta e não vendo nem Deus e nem os anjos.

Para certos motoristas

o desconhecido e o proibido são a mesma coisa!

(Cena bastante penosa e frequente no cotidiano urbano)

– Avançam com o sinal no vermelho.

:: LEIA MAIS »

manual fiscalizacao transito

alto escola transito rapido

twitter
facebook

ultimas noticias
junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia